Tecnologia

Acampamento pré-histórico é descoberto em base militar dos EUA

Um antigo acampamento pré-histórico que teria sido ocupado há 8.200 anos foi encontrado em um local inusitado. A descoberta foi feita por militares de uma base aérea do exército dos Estados Unidos no Novo México e pode ajudar a entender mais sobre a história da ocupação humana na América do Norte.

Leia mais

Descendente dos primeiros humanos que pisaram nas Américas

A base fica próxima do Parque Nacional de Areia Branca, que é conhecido por suas dunas de areia e por preservar as pegadas humanas mais antigas conhecidas na América do Norte, de até 23 mil anos atrás.

Segundo os cientistas, as dunas no local se formaram pelo menos mil anos após o sítio arqueológico e podem ter ajudado a preservar os artefatos pré-históricos lá encontrados. Isso aconteceu pelo fato de restos mortais e outros materiais antigos terem sido soterrados durante todo este tempo.

As escavações encontraram vários artefatos que indicam que o local pode ter sido um acampamento sazonal para os primeiros povos “paleo-arcaicos” no que hoje é o Novo México. A população que ali viveu seria descendente dos primeiros humanos que pisaram nas Américas e uma das primeiras culturas do Novo Mundo a cultivar e domesticar plantas.

Artefatos localizados no acampamento (Imagem: Aviador de 1ª Classe Isaías Pedrazzini/Força Aérea dos EUA)

Várias descobertas já foram feitas no local

  • Os pesquisadores encontraram evidências de que os primeiros humanos acenderam fogueiras e queimaram algaroba – um tipo de arbusto espinhoso da família das ervilhas (Fabaceae) que é nativo de regiões semiáridas no sudoeste dos EUA e no México.
  • No total, foram encontrados cerca de 70 itens no local.
  • O acampamento é uma das 400 descobertas arqueológicas feitas dentro dos limites da Base Aérea de Holloman.
  • A região é o lar de alguns dos sítios arqueológicos mais antigos das Américas.
  • Escavações nos últimos 10 anos descobriram pegadas fossilizadas de 11 mil anos de humanos que estavam caçando uma preguiça-gigante, bem como evidências de que crianças da Era do Gelo congelavam em poças lamacentas. 
  • As informações são do Live Science.

Olhar Digital

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo