Entretenimento

Andressa Urach grava vídeo pornô com o namorado e duas mulheres trans: ‘Eu tinha um sonho’

Andressa Urach realizou mais uma gravação de vídeo pornô nesta quinta-feira (29). Dessa vez, a modelo, líder de vendas na plataforma Privacy, escolheu realizar um fetiche ao lado do namorado, o também produtor de conteúdo adulto Lucas Ferraz.

Andressa recrutou duas mulheres trans para a gravação, Daniela Marks e Katherine TS. “Mais um dia de gravação e olha essa gravação de hoje: Lucas, Dani e Katherine. Gente, eu tinha um sonho de gravar com duas trans e o meu amor maravilhoso. Vai realizar hoje esse desejo! Então, eu convidei a Dani, que vocês já conhecem, amada, linda. Que conhecia a Katherine e trouxe essa beldade maravilhosa pra fazer essa gravação incrível”, celebrou Urach.

Lucas, que posou na Playboy ao lado de Urach, disse ter escolhido pessoalmente as mulheres para realizar o fetiche da namorada. “Não é só de realização que eu vivo, eu tenho que realizar essa gostosa aqui que ela merece, né? E hoje ela teve dois presentões! Duas maravilhosas, duas meninas que são muito bem conhecidas no meio e eu acho que minha gata vai gostar muito, eu escolhi a dedo”, afirmou.

Daniela celebrou a parceria em seu perfil no Instagram e brincou: “Vim conhecer o boy dela!”. Com foco no público internacional, Katherine falou sobre a collab em inglês e apresentou Andressa como uma personalidade “muito conhecida no Brasil”.

ANDRESSA URACH É DETONADA POR SEXUALIZAR PROFISSÃO DE ENFERMEIRA

Andressa voltou a ser alvo de duras críticas nesta quinta-feira (29). O motivo? A modelo gravou um vídeo pornô vestida de enfermeira ao lado da produtora de conteúdo adulto Frantiesca Nitek. Profissionais da enfermagem condenaram a sexualização da profissão e encheram o Instagram de Urach com comentários negativos.

“Respeito sua profissão, por favor, respeite a minha. A enfermagem é desvalorizada diariamente e julgada como ‘comida’ de médico e de todas as outras áreas. No cenário atual, o que a gente menos precisa é dessa exposição e associação à sexualização”, refletiu uma profissional. “Postagem denunciada com sucesso”, escreveu um seguidor. “É por culpa de ‘fantasias’ como essa que nós, mulheres da enfermagem, por mais sérias que sejamos no nosso ambiente de trabalho, somos assediadas diariamente”, lamentou uma enfermeira. “Alô, Coren [Conselho Regional de Enfermagem], devemos lembrar que enfermagem não é putaria, é uma profissão extremamente séria e importante”, alertou um perfil.


purepeople link

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo