Esporte

Athletic Bilbao e Mallorca decidem a Copa do Rei neste sábado

O Athletic Bilbao enfrentará o Mallorca, neste sábado, em Sevilha, às 17h (de Brasília), na final da Copa do Rei, torneio no qual teve domínio por muito tempo, mas que não conquista desde 1984.

Há quatro décadas que os ‘Leones’, como a equipe de Bilbao é chamada, não conseguem erguer essa taça, que já conquistaram 23 vezes, só superados pelo Barcelona (31 títulos). Desde que ergueu o último troféu em 1984, precisamente contra o Barça, quando nenhum dos jogadores do seu atual elenco era nascido, o Athletic chegou a seis finais e não conseguiu vencer nenhuma.

Em sua nova tentativa, o time mostra confiança de que desta vez a taça não vai escapar. “Vejo a equipe preparada. Temos uma boa dinâmica, esperamos poder levar isso a campo amanhã e que essa dinâmica positiva nos ajude a levar isso adiante”, disse o capitão do Athletic, Iker Muniain, nesta sexta-feira em entrevista coletiva.

Os ‘Leones’ tentarão esquecer, especialmente no sábado, no gramado do estádio La Cartuja, em Sevilha, a dolorosa dupla derrota sofrida em 2021. Depois de ter sido adiada devido à pandemia de covid-19, a final da Copa do Rei de 2020 só foi disputada em 3 de abril do ano seguinte com o Athletic perdendo por 1 a 0 para a Real Sociedad num vibrante dérbi basco. E, quinze dias depois, os ‘Leones’ foram novamente derrotados, dessa vez por 4 a 0 pelo Barça na final da Copa do Rei de 2021.

Invasão da torcida

Duas derrotas sofridas com portões fechados devido à pandemia que a equipe do técnico Ernesto Valverde tentará agora deixar para trás apoiada por uma torcida que viajou em massa a Sevilha para apoiar seu time.

“As pessoas têm de compreender o que significa uma final para o nosso povo e o envolvimento que a nossa gente tem com o clube”, disse Valverde nesta sexta-feira.

A estimativa é de que mais de 70 mil torcedores do Athletic Bilbao invadirão Sevilha, a maioria deles sem ingressos, que terão de se contentar em acompanhar o jogo em um telão na ‘fan zone’.

“É uma ótima notícia que as coisas tenham mudado para melhor. As últimas finais foram disputadas com portões fechados devido à covid e não pudemos desfrutar de um ambiente como o esperado nas arquibancadas”, disse Muniain.

O Athletic Bilbao entrará em campo como favorito, mas terá que ficar bem atento diante de um Mallorca entusiasmado com a quarta final de Copa do Rei da sua história.

Mallorca quer surpreender

A equipe comandada pelo técnico Javier ‘Vasco’ Aguirre procura, por sua vez, o segundo troféu da sua história depois da edição de 2003, conquistada contra o Recreativo de Huelva.

O Mallorca “está muito bem, muito entusiasmado porque estamos numa final da Copa do Rei sem estar no nosso programa” no início da temporada, disse Aguirre nesta sexta-feira.

A equipe maiorquina foi proporcionando surpresa atrás de surpresa neste torneio até chegar à final. Contra todas as expectativas, o time eliminou o Girona, revelação da temporada na Liga Espanhola, nas quartas de final, e a Real Sociedad nos pênaltis, nas semifinais.

O Mallorca não vence a equipe de San Sebastián há doze anos e agora espera poder completar o feito contra outro grande representante basco numa final em que deixa toda a pressão para o adversário.

“O Athletic é o favorito. Todo mundo sabe disso. Eles têm mais experiência nesta partida, mas não vencem há 40 anos e são favoritos. Mas têm muita pressão em cima deles”, disse o atacante do Mallorca, Vedat Muriqi, à rádio Cadena Ser.

“Podemos tirar vantagem disso e se começarmos bem o jogo podemos ter chances”, acrescentou o atacante kosovar do Maiorca, cuja potência, juntamente com a de seu companheiro de equipe Cyle Larin, pode ser crucial para superar no contra-ataque um das mais fortes defesas do campeonato espanhol.

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES:
Athletic Bilbao
Agirrezabala; De Marcos, Vivian, Paredes e Yuri; Prados e Galarreta; Iñaki Williams, Sancet e Nico Williams;  Guruzeta.
Técnico: Ernesto Valverde.

Mallorca
Greif – Gío González, Valjent, Raíllo, Copete, Jaume Costa – Samu Costa, Sergi Darder, Manu Morlanes, Dani Rodríguez – Muriqi.
Técnico: Javier Aguirre.

Gazeta Esportiva

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo