Entretenimento

Banda Uó fala sobre turnê de reencontro: ‘Sentimos que essa história merecia ser revivida’


Mateus Carrilho, Mel Gonçalves e Davi Sabbag participaram ao vivo do g1 Ouviu e falaram sobre shows, processo criativo e relembraram início da carreira. Banda Uó fala sobre dificuldades no início da carreira, em Goiânia, um reduto sertanejo
Mateus Carrilho, Mel Gonçalves e Davi Sabbag, da Banda Uó, participaram ao vivo do g1 Ouviu, o podcast e videocast de música do g1, nesta quarta-feira (10).
O trio, que anunciou o recesso em 2018, falou sobre a turnê de reencontro, divulgada no início deste ano.
Mateus Carrilho começou a entrevista dizendo que os fãs pediam o retorno da banda logo no primeiro ano do anúncio do término. O cantor disse que no início eles se recusaram, para que cada um pudesse fazer seu trabalho em sua cena musica.
“Sentimos do fundo do coração que essa história merecia ser revivida”, afirmou.
Banda Uó posa para fotos antes de entrevista no programa g1 Ouviu, em São Paulo
Fábio Tito/g1
O cantor também respondeu se a turnê é só comemorativa ou se a Banda Uó retornou de vez: “Primeiro estamos experimentando esse show. Estamos focados nesse show, vamos reviver isso de novo. E depois, quem sabe, se tocar no nosso coração…”.
“Tem muita coisa pra rolar”, completou Davi Sabbag. O cantor adiantou que o show está “muito coerente” com a história do grupo. “Parte do brega, mais pop, e tem a fritação. Não pode deixar de ter.”
Ele ainda explicou que a turnê tem homenagens subjetivas ao passado da banda, aos fãs e a lugares que eles já cantaram.
Início da banda
Mel Gonçalves fala sobre importância de ‘início descomprometido’ da Banda Uó
Mateus relembrou como foi o início da banda Uó: “Foi um tropeço”, brincou. “Foi uma potência de três pessoas com talentos únicos, distintos, e que tinham faro pras coisas acontecerem”, completou Davi.
“Tinha uma festa que se chamava Uó, que era essa miscelânea. Aí numa delas, a gente criou a Banda Uó pra divulgar a festa. Foi uma sacada que veio do nada. A gente fez tipo um videoclipe, os três fingindo que eram um grupo”, explicou Mateus.
Mateus e Davi comentaram, também, que a terceira pessoa (que hoje é a Mel) “era só uma bailarina que meteu o pé, não era o sonho dela”. “Depois fomos atrás de uma nova vocalista. A Mel, em Goiânia, participava de todas as nossas loucuras”.
Eles contaram que, no início do grupo, eles ouviram várias vezes que não eram uma banda pop. “As pessoas não faziam essa leitura”.
Ainda sobre o começo, Mel Gonçalves destacou a importância de um “início descomprometido” da Banda Uó: “Para o crescimento, foi muito importante passar por essa liberdade extrema pra ver o que a gente gosta e faz pra alcançar as pessoas.”
Relação com sertanejo
Banda Uó fala sobre relação da banda com o sertanejo
Formado em Goiânia, o trio falou sobre a relação com o sertanejo e como foi fazer parte da cena lado B da região.
“Para além do sertanejo, tinha esses grupos de brega, forró, todos gravavam DVDs lá. A Joelma… A Banda Uó nasce nesse lugar independente, mas as referencias sempre estiveram muito na nossa cara”, pontuou Mateus.
Eles ainda falaram sobre as dificuldades no início da carreira, dentro do reduto sertanejo. “Dificuldades iniciais foram várias. Mas acredito que tudo foi um processo e que a gente se deu muito bem nessa caminhada”, afirmou Mel.
“Sempre fomos bem recebidos por todos os nichos. Roqueiro, heterosão, não tinha muito essa divisão. Acredito que a mídia embarreirava mais a gente dos que os consumidores. Não é porque a gente é LGBTQIAPN+, que quer dizer que nosso som é somente LGBTQIAPN+. A música tem esse poder de ir além do próprio artista”, pontuou a cantora.
Processo de composição
A banda ainda falou sobre suas várias versões e sobre o processo de composição de músicas mais voltadas para o humor.
“Não é porque é de humor que é bagaceira. Não é fácil fazer o que a gente faz”, diz Mel.
Ao falar sobre o processo criativo da banda, Davi diz que acha “mais difícil fazer humor bem feito do que um drama.Conseguir sacada legal, fazer aquele divertido dinâmico…”.
Banda Uó posa para fotos antes de entrevista no programa g1 Ouviu, em São Paulo
Fábio Tito/g1
Banda Uó
Fabio Tito/g1

Matéria: G1 POP & Arte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo