Política

Bolsonaro volta a hospital em Manaus para tratamento de erisipela

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou ao hospital Santa Júlia, em Manaus, neste domingo (5) para atendimento médico. No dia anterior, ele já tinha passado por atendimento no hospital devido a um quadro de erisipela e, depois de ter alta, seguiu para encontro do PL Mulher na capital do Amazonas.

Bolsonaro publicou no X, na tarde deste domingo, que não tem previsão de alta. “Estou baixado no Hospital Santa Júlia em Manaus (centro). Quadro de erisipela ainda sem previsão de alta. Um abraço a todos.”

Em nota, o hospital afirma que Bolsonaro deu entrada no local no sábado (4) pela manhã com “quadro de desidratação e processo infeccioso de pele”. “Voltou ao hospital após seus compromissos, onde segue internado para antibioticoterapia venosa e hidratação sob cuidados do médico infectologista Dr. Alexandre Souza.”

A nota diz ainda que Bolsonaro “segue hemodinamicamente estável aguardando alta”.

Também na sexta-feira (3), ele teria passado por atendimento médico em Brasília, devido a uma desidratação. Na mesma data, já em Manaus, ele participou de evento para lançamento da pré-candidatura do deputado federal Capitão Alberto Neto para a prefeitura da capital do estado pelo PL.

Neste domingo, o deputado fez um post em suas redes sociais dizendo que Bolsonaro retornou ao hospital “para continuar medicação e permanece em observação para melhor evolução do quadro clínico” e que ele retornaria a Brasília na segunda-feira (6).

O ex-presidente foi visitado pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, que publicou uma foto com Bolsonaro em suas redes sociais. “Deixei nossa equipe à disposição para ajudar no que for necessário. Ele afirmou que está bem e daqui a pouco já está 100%”, afirmou.

No evento do PL Mulher, na tarde de sábado, em que participou ao lado de Michelle Bolsonaro, sua esposa e presidente do PL Mulher, Bolsonaro mencionou que voltaria a Brasília ainda na madrugada de domingo.

“Não tem nada de mais, é uma possível erisipela, e estou sendo tratado e só vou voltar na madrugada. Ela [Michelle] volta hoje mais cedo”, disse, adicionando que ainda teria um compromisso em Manaus às 21h.

“Quando cai a imunidade da gente, por problemas mais variados, a erisipela é comum de acontecer, então já estou medicado, tranquilo, pronto pra outra aí”, afirmou Bolsonaro em vídeo publicado na tarde de sábado por Alberto Neto, em que ambos estão juntos dentro de um carro.

No final de 2022, após as eleições, o então presidente também teve a infecção na perna. À época, seu filho Carlos Bolsonaro (PL-RJ) usou um canal no aplicativo de mensagens Telegram para divulgar uma foto da perna do pai, que teria sido tirada poucos dias antes.

A erisipela é um tipo de infecção bacteriana que atinge a pele e causa uma inflamação. Em geral, as bactérias costumam entrar no organismo por meio de algum ferimento e se instalam nas camadas superficiais de pele e gordura.

As alterações na pele mais comuns são vermelhidão, inchaço e dor. Outros sintomas como febre e calafrios também podem ocorrer. Além da medicação, repouso e a manutenção da perna elevada também costumam ser indicados para tratamento da doença.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo