Economia

Brasileiro que morou de graça em hotel de NY espera voltar ao local

O brasileiro pode ter de pagar R$ 850 mil ao hotel. Um especialista americano entrevistado pelo programa Fantástico, da TV Globo (que também exibiu uma reportagem sobre o caso neste domingo) afirmou que o brasileiro pode ser condenado a mais de 10 anos de prisão por conta das fraudes que supostamente cometeu.

Relembre o caso

Tudo começou em junho de 2018, segundo o jornal The New York Times. Barreto chegou ao hotel, na Oitava Avenida, e se hospedou por uma noite, tendo acertado uma diária de aproximadamente R$ 1.000. Dali para a frente, ele nunca mais saiu do local até a ordem de despejo.

Brasileiro solicitou benefício ao New Yorker Hotel, que negou — dando início à confusão. Uma lei de Nova York diz que hotéis construídos antes de 1969 que tinham quartos alugados por menos de R$ 440 por semana em maio de 1968 poderiam ter um hóspede como residente permanente, solicitando um aluguel com desconto.

Barreto processou o hotel e ganhou a ação. Mais que isso: ele tentou colocar o quarto 2565 em seu nome. Mas, como o hotel não dividia seus registros por quartos, o brasileiro conseguiu o registro do empreendimento inteiro e se tornou proprietário do New Yorker Hotel.

Depois de muita briga, um juiz emitiu uma decisão em que dizia que a escritura era forjada e que Barreto não era dono de nada. Apesar disso, ele seguiu se apresentando como proprietário, o que levou a mais uma ação judicial por desacato.

Matéria: UOL Economia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo