Política

Casos de Covid aumentam no Centro-Sul

O último boletim do InfoGripe, divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), revelou mudanças no cenário epidemiológico do país. A região Norte, que estava em alerta devido ao aumento no número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) associados à Covid nas últimas semanas, registrou uma diminuição nos casos. Por outro lado, alguns estados do Centro-Sul apresentam um sinal de crescimento.

Os dados analisados são referentes à Semana Epidemiológica (SE) 6, que ocorreu de 4 a 10 de fevereiro, e foram obtidos através do Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) até o dia 14 de fevereiro.

Casos de Covid na região Norte

De acordo com o boletim, os estados do Norte, que foram os últimos a passar pelo ciclo recente de aumento de SRAG por Covid, apresentaram um sinal de possível interrupção e até mesmo indícios de queda. No entanto, como a análise considerou a semana pré-carnaval, é possível que eventuais internações decorrentes de infecções nesse período só sejam observadas nas próximas semanas.

Segundo Marcelo Gomes, coordenador do InfoGripe, o período entre o desenvolvimento dos primeiros sintomas e o surgimento de um quadro grave que exija internação é de aproximadamente uma semana ou um pouco mais. Portanto, somente nas próximas semanas será possível observar possíveis consequências em termos de internações. Atualmente, os efeitos ainda são reflexos do pré-carnaval e início de 2024.

Casos de Covid no Centro-Sul

No Centro-Sul do país, alguns estados apresentam um aumento nas internações associadas à Covid. São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Rio de Janeiro em menor proporção, são os destaques.

Também é importante mencionar que no Sul e Sudeste estão sendo registradas algumas internações relacionadas ao vírus influenza, porém em um volume muito menor se comparado à Covid.

Marcelo Gomes faz uma recomendação aos foliões. Aqueles que brincaram o carnaval ou tiveram contato com pessoas que aproveitaram a festividade devem ficar atentos a eventuais sintomas de resfriado ou quadros semelhantes à gripe.

Em caso positivo, é importante procurar um posto de atendimento para realizar o teste e se isolar. Mesmo que o teste para Covid resulte negativo, é essencial manter o isolamento, pois existem casos de falsos negativos. O isolamento e o uso adequado de máscara são medidas eficazes tanto para covid-19 quanto para a gripe (influenza). A prevenção é sempre mais importante e mais fácil.

Nas últimas oito semanas, a incidência e mortalidade por SRAG mantiveram o padrão característico de maior impacto entre crianças pequenas e idosos.

A incidência de SRAG por Covid continua afetando principalmente crianças de até 2 anos e pessoas com 65 anos ou mais.

A mortalidade por SRAG tem sido significativamente mais elevada entre os idosos, com predominância de casos de Covid.

Com informações da Agência Brasil



Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo