Política

Como está a disputa pela prefeitura de Natal?

Nacionalmente maltratado pelo governo Lula, o aliado PSB ensaia rebeliões localizadas. Em Natal-RN, o ex-deputado federal e presidente estadual do partido, Rafael Motta, com apoio do presidente nacional Carlos Siqueira, vem fazendo subir o balão de ensaio de sua pré-candidatura a prefeito.

Esse ensaio tem já alguns meses, mas agora, após o pré-candidato ser avalizado pelo presidente Carlos Siqueira, o PT aumentou o nível de alerta e acelerou as articulações para cooptar Motta.

A candidata do PT, deputada federal Natália Bonavides, pontua em segundo lugar nas pesquisas, enfrentando o largo favoritismo do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PSD), Como revela recente pesquisa do Instituto Datavero, divulgada no início da semana passada.

Seguem os números da pesquisa estimulada:

Carlos Eduardo Alves (PSD): 41,55%

Natália Bonavides (PT): 11,33%

Paulinho Freire (União Brasil): 10,74%

Rafael Motta (PSB): 5,27%

Nenhum dos candidatos: 26,44%

Não sabem ou não responderam: 4,67%

Na versão espontânea desta e de outras pesquisas e enquetes, quem lidera é Álvaro Dias (Republicanos), que não pode ser candidato porque é prefeito reeleito de Natal.

Álvaro Dias mantém altos níveis de popularidade, enquanto a aceitação da governadora petista reeleita, Fátima Bezerra, entrou em baixa.

Em uma de suas falas mais duras, Rafael Motta, tratou de usar o desprestígio continuado do PT (no estado e na capital) como anteparo às manobras com que o PT tenta blefar sua pré-candidatura:

Apesar da Natália ter uma intenção de voto maior, ela meio que chegou em um teto. E o problema é que ela tem muita rejeição. Em um provável segundo turno, é arriscado haver uma derrota dependendo do adversário”.

O adversário já está quase certo, será Carlos Eduardo Alves (PSD), que marca 41,55% de intenções de voto.

As especulações em torno das pretensões do pré-candidato do PSB seguem em duas direções: conquistar o apoio do prefeito Álvaro Dias – de quem, até recentemente, foi secretário de Esporte e Lazer – à sua candidatura ou ser escolhido como vice de Carlos Eduardo Alves.



Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo