Economia

Como será a tributação das bets, as casas de apostas esportivas?

Pagamento devem seguir as normas do Banco Central. O cartão de crédito ficou de fora para que os jogadores não utilizem o dinheiro que não possuem do débito. Agora, tanto os apostadores quanto os operadores pagam impostos.

Como vai funcionar a tributação

Empresas de apostas ou operadores: a taxa aplicada será de 12% sobre o GGR, métrica usada para calcular a receita bruta.

Apostador ou pessoa física: a taxa aplicada será de 15% sobre todas as apostas ganhas (prêmios).

Um exemplo prático: em um jogo de cara e coroa, há 50% de chances para cada lado. Se o prêmio for proporcional ao ganho, o jogador pode ganhar ou perder R$ 100 e, se vencer, paga 15% do valor, que seria R$ 15. Nesse caso, restaria R$ 85 e pode não valer a pena em relação ao risco.

Isso deve criar uma grande fuga dos apostadores brasileiros para o mercado ilegal fora do país, pois é matematicamente impossível qualquer obtenção de lucro, uma vez que adiciona um peso desproporcional à balança de risco/prêmio.
Ricardo Santos, especialista em análise estatística para apostas esportivas

Matéria: UOL Economia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo