Tecnologia

“Computador” com mais de 2 mil anos tem novo mistério revelado 

Encontrado nos restos de um naufrágio em 1901, o mecanismo de Anticítera é alvo de pesquisas até hoje e recentemente uma nova descoberta sobre o dispositivo muda a forma como até então achávamos que “o computador mais antigo do mundo” era utilizado pelos povos antigos.

O mecanismo tem mais de 2 mil anos e foi localizado na ilha grega de Antikythera (motivo pelo qual recebeu o nome). O dispositivo, composto por dezenas de engrenagens de bronze, era capaz de prever ciclos da lua, eclipses e outros fenômenos astronômicos.

O que diz a nova descoberta sobre o mecanismo de Anticítera?

Um artigo publicado no último dia 27 no jornal The Horological Journal revelou que a parte do dispositivo conhecida como “Anel de calendário”, que rastreava os dias do ano, seguia o calendário lunar de 354 dias, utilizado na Grécia durante o período em que o objeto foi feito. Até então pensava-se que a máquina foi feita com base no calendário egípcio de 365 dias.

“Os resultados da equipe de Glasgow fornecem novas evidências de que um dos componentes do mecanismo de Anticítera foi provavelmente usado para rastrear o ano lunar grego”, disseram os pesquisadores em um comunicado da universidade

Para fazer a descoberta, os cientistas utilizaram uma tecnologia de raio x, combinando com análises matemáticas e medições precisas. Com isso foi possível determinar que, pela posição dos furos, o calendário usado era diferente do pensado até então.

ilustração 3D sobre o funcionando do mecanismo de Anticítera (Imagem: Shutterstock)

“A precisão do posicionamento dos buracos teria exigido técnicas de medição altamente precisas e uma mão incrivelmente firme para perfurá-los”, completou ainda Graham Woan, professor de astrofísica da Universidade de Glasgow e coautor do estudo.

É uma simetria bacana que adaptamos técnicas que usamos para estudar o universo hoje para entender mais sobre um mecanismo que ajudou as pessoas a acompanhar os céus há quase dois milênios

Graham Woan 

Mais sobre o “computador mais antigo do mundo”

  • De origem grega, o computador era capaz de prever ciclos da lua, eclipses e outros fenômenos astronômicos;
  • O mecanismo foi encontrado por mergulhadores gregos no fundo do mar próximo à ilha de Antikythera em 1900;
  • O dispositivo possuía dois discos principais: um representava os 12 signos do zodíaco e o outro continha um calendário egípcio de 12 meses, cada um com 30 dias, e cinco dias extras;
  • Para utilizá-lo, o usuário deveria conhecer o dia e o mês atual e, ao girar uma manivela, as engrenagens se moviam, mostrando os ciclos astronômicos por meio de ponteiros;
  • O Antikythera foi datado em torno do ano 200 a.C., período em que o matemático Arquimedes vivia na região;
  • Isso levou à especulação de que ele poderia ser o inventor do dispositivo – algo que nunca foi confirmado.

Olhar Digital

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo