Economia

Declarar Parcelamento De Tratamento De Saúde

Escolha o código da despesa de acordo com o pagamento feito. Se a despesa foi paga diretamente ao médico, selecione o código “10 – médicos no Brasil”. Se o pagamento foi feito a um hospital ou clínica, selecione o código “21 – Hospitais, clínicas e laboratórios no Brasil”.

Em seguida, selecione quem fez o tratamento, se você (titular), dependente ou alimentando. As notas fiscais, recibos e boletos das parcelas devem estar com nome e CPF dessa pessoa. Na sequência, informe o nome e CPF ou CNPJ do médico ou clínica que prestou o serviço e emitiu a nota fiscal ou recibo.

No campo “valor”, informe quanto efetivamente pagou pelo tratamento em 2023, conforme já foi explicado acima. Caso tenha recebido algum reembolso do plano de saúde pelo procedimento, informe a quantia reembolsada no campo “parcela não dedutível/valor reembolsado”. Clique em “OK” para concluir o preenchimento da ficha.

Se você fez pagamentos separados para médico e hospital, repita o processo descrito acima. Ou seja, abra uma nova ficha para cada prestador de serviço e informe os valores efetivamente pagos a ele no ano passado.

Guarde os comprovantes por cinco anos

Todas as despesas devem ser comprovadas por meio de recibos, notas fiscais e contrato de prestação de serviço. As despesas com saúde podem ser deduzidas integralmente da base de cálculo do Imposto de Renda, sem limite de valor, desde que você opte pelo modelo completo de tributação na declaração.

Matéria: UOL Economia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo