Esporte

E o Rojas? Meia segue vinculado ao Corinthians em meio à ação na Fifa

O meia Matías Rojas deixou o Corinthians no começo do mês de março e acionou o clube na Fifa para cobrar R$ 40 milhões, mas ainda possui vínculo com a agremiação do Parque São Jorge. Na Federação Paulista de Futebol (FPF), seu contrato com o Timão está registrado até julho de 2027.

Rojas optou por não jogar mais pelo Corinthians devido a atraso de direitos de imagem, e ao pouco espaço que vinha tendo na equipe titular. A reportagem da Gazeta Esportiva apurou que o jogador não gostava do rumo que sua carreira estava seguindo e que ele queria respirar novos ares.

Assim que Rojas tomou sua decisão, a diretoria do Corinthians entrou em contato com o estafe do atleta para chegar a um acordo quanto ao pagamento dos direitos de imagem atrasados. A dívida iniciou-se na gestão de Duilio Monteiro Alves estendeu-se para o mandato de Augusto Melo.

O acordo, porém, não ocorreu. A Gazeta Esportiva apurou que Rojas não abriu mão de cobrar R$ 40 milhões, dinheiro que o jogador teria a receber até o final de seu contrato no Parque São Jorge, à Fifa.

O Corinthians discorda das exigências de Rojas e irá se defender na entidade máxima do futebol. Conversando com especialistas, a Gazeta Esportiva apurou que, na prática, a Fifa analisa situações e adota critérios, como o período que o jogador defendeu o clube e quanto tempo de contrato restaria para o final do vínculo. Normalmente, para não causar enriquecimento ilícito, a entidade reduz o valor a ser pago ao atleta. Ou seja, o Timão muito provavelmente pagaria menos que os R$ 40 milhões que Rojas pede.

Caso punido pela Fifa, o Corinthians pode ficar impedido de registrar novos jogadores até acertar sua pendência com Rojas.

O meia, se acertar sua ida para outro clube, tem que pedir uma liminar na Fifa para se transferir. O jogador chegou a negociar com o Inter Miami, equipe do Messi, mas as conversas esfriaram.

Pelo Corinthians, Rojas somou  30 jogos (15 como titular) e duas assistências. O atleta acumula 10 vitórias, nove empates e 11 derrotas no período.

Gazeta Esportiva

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo