Esporte

‘Ele não é culpado de nada’

Após vitória sobre Fluminense, em que Cássio não entrou, mas recebeu aplausos da torcida, treinador fala das polêmicas após falhas do goleiro




Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians – Legenda: António Oliveira conquistou a primeira vitória do Corinthians no Brasileirão / Jogada10

Após uma contundente vitória sobre o Fluminense por 3 a 0 – a primeira no Brasileirão – dentro da NeoQuimica Arena, o treinador do Corinthians, António Oliveira defendeu o goleiro Cássio das críticas após as falhas recentes em alguns jogos.

“Foi uma conversa entre a gente, uma situação interna. Ser treinador não é só formar esquemas táticos, comportamentos de jogo. Precisamos ter capacidade de gerir um grupo de trabalho, diferentes emoções e egos. O Cássio não é culpado de nada, estamos aqui para ajudar. Ele vai voltar forte, mas precisamos olhar primeiramente para o ser humano”, disse o treinador

António Oliveira defende Cássio

“Acho que devíamos ter muito mais respeito e mais cautela naquilo que perguntamos, porque nós temos um impacto na vida das pessoas. Andaram a bater, bater e bater e agora têm pena? Agora é tarde. Acho que já tinha falado isso até no final de um jogo, em uma coletiva, mas as pessoas passam pano. As pessoas querem notícia. Se quiser fazer perguntas sobre o jogo, faça, mas, sobre o Cássio, é assunto nosso e não diz respeito a ninguém”, disparou.

Ainda diante dos microfones, António comentou sobre a sólida atuação defensiva de sua equipe.

“A decisão tenho que pensar, tem que ter fundamento nas decisões. Espero que Deus me dê sanidade mental para acertar mais do que errar. Fez um bom jogo, hoje ganhamos, então é uma equipe que sofre pouco, mas as pessoas só olham os gols marcados. A equipe não deu trabalho ao Carlos Miguel, é o campeão da Libertadores. Repare os adversários. Na Argentina, jogamos contra um semifinalista do país. As pessoas não querem saber disso, é nossa responsabilidade lutar e ganhar”, acrescentou.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.




Terra

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo