Esporte

Em jogo de seis gols, Real e City empatam na abertura das quartas da Champions

Em menos de 15 minutos, Real Madrid e Manchester City mostraram nesta terça-feira (9) a razão pela qual o confronto pelas quartas de final da Champions League tem sido descrito na Europa como uma final antecipada desta edição do principal torneio de clubes do continente.

Foram três gols nesse intervalo, com uma virada de placar em favor dos mandantes, além de algumas chances claras desperdiçadas que poderiam ter garantido um início ainda mais avassalador.

Depois do intervalo, com mais três gols no duelo, os visitantes chegaram a buscar uma virada no Santiago Bernabéu, mas os donos da casa conseguiram reagir para decretar o placar final de 3 a 3.

Bernardo Silva surpreendeu o goleiro Andriy Lunin em uma cobrança de falta logo aos dois minutos. O Real empatou após um chute de Camavinga que se desviou no zagueiro Rúben Dias, deixou o goleiro Ortega sem reação e fez o árbitro considerar o lance como um gol contra, aos 12. E, aos 14, Rodrygo avançou em velocidade após um passe de Vinicius Junior e colocou os donos da casa em vantagem.

O ímpeto ofensivo das duas equipes seguiu o mesmo depois do intervalo, mas parecia que seria a vez de apenas o City comemorar. Com gols de Phil Foden, aos 21, e Gvardiol, aos 26, os visitantes tomaram a frente da disputa. Mas não por muito tempo. Aos 34, Valverde deixou tudo igual e o confronto aberto.

Agora, quem vencer na Inglaterra, na próxima quarta-feira (17), ficará com a vaga. Um novo empate no tempo regulamentar levará a disputa para a prorrogação.

Quem ficar com a vaga vai levar, ainda, uma vantagem no histórico recente entre os dois clubes. Esse é o terceiro confronto consecutivo entre Real Madrid e Manchester City na Champions League.

Em 2021/22, pela fase semifinal, a festa foi espanhola. Depois de ter levado 4 a 3 no Ettihad Stadium, o time de Carlo Ancelotti saiu perdendo no Santiago Bernabéu, mas buscou uma virada por 3 a 1 e avançou para a final, na qual venceu o Liverpool.

Na temporada seguinte, o City deu o troco também nas semifinais. No primeiro confronto, na Espanha, as equipes empataram por 1 a 1. Em casa, os ingleses avançaram com uma goleada por 4 a 0. Depois da sonora vitória, a equipe de Guardiola conquistou o inédito troféu vencendo a Inter de Milão na decisão.

Há na Europa a sensação de que o clube que avançar terá tudo para mais uma vez ficar com a taça.

Antes da partida, as autoridades locais de Espanha e França anunciaram um aumento considerável nas medidas de segurança. Na segunda-feira (8), uma publicação nas redes sociais, supostamente atribuída ao grupo terrorista Estado Islâmico, sugeriu que poderiam ocorrer ataques durante jogos da competição.

Bayern surpreende o Arsenal e conquista vantagem na Inglaterra

Considerado por muitos favorito no confronto com o Bayern de Munique pelo bom momento que vive como líder da Premier League, o Arsenal fez um duelo equilibrado com o time bávaro, que, 16 pontos atrás do líder da liga alemã, o Bayer Leverkusen, tem na Champions a sua chance de salvar a temporada.

Depois de abrir o placar com Saka, aos 12 minutos, os ingleses deixaram os visitantes virarem, com gols de Gnabry, aos 18, e Kane, aos 32, ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, os ingleses chegaram ao gol de empate com Trossard, aos 31.

Ao fim dos 90 minutos, o marcador do Emirates Stadium, em Londres, apontava 2 a 2. O jogo de volta ocorrerá em Munique.


Folha Esporte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo