Política

Em vídeo, Huck se define como ambidestro político e defende ideias de direita e esquerda

O apresentador Luciano Huck postou neste sábado (13) um vídeo em que defende ser possível se identificar com ideias da direita e da esquerda e no qual faz uma analogia com o futebol, argumentando que, assim como Messi é ambidestro em campo, também é possível ” chutar com os dois pés” na política.

No vídeo, Huck lembra que, na internet, quem não se encaixa em nenhum dos dois lados é chamado de “isentão“. “Outras pessoas chamam de liberal”, continua. “O que importa para mim é pensar que, quando a gente se fecha numa caixinha de direita ou de esquerda, a gente se fecha também para muita ideia boa que vem de um lado ou do outro.”

Na sequência, o apresentador ressalta que não há problema em se identificar com um dos dois lados, mas diz ser “ambidestro na vida”. “Porque estou aberto a substituir a minha ideia pela sua se a sua for melhor”, diz.

Huck lista exemplos de temas que permeiam os dois espectros políticos, como a luta pela igualdade entre homens e mulheres e o estímulo ao empreendedorismo, a defesa de que todo mundo tem direito de amar quem quiser, independentemente de gênero, e o mercado aberto, a privatização e a eficiência de estatais.

“É possível acreditar que a gente precisa buscar fontes renováveis, energias limpas, ao mesmo tempo que dá para defender a liberdade de expressão”, afirma. O apresentador ressalva a defesa de ditaduras. “É ditadura, eu sou contra.”

Ao final, o apresentador citou comentários que seriam publicados no vídeo nos quais ele seria chamado de comunista e capitalista. “Mas tá tudo bem. Não me incomoda incomodar e apanhar dos dois lados. Nós, que não nos encaixamos em nenhuma dessas caixinhas, somos muitos.”

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo