Esporte

Estádio do Corinthians vai receber partida da NFL em 2024

O Corinthians anunciou nesta quarta-feira (13) que a Neo Química Arena vai receber uma partida da NFL (liga profissional de futebol americano dos Estados Unidos) em 2024.

O jogo será no segundo semestre, válido pela temporada 24/25 da liga. Os times que se enfrentarão no país ainda serão definidos em um “futuro próximo”, bem como a data exata da partida. Ela deve coincidir com alguma semana na qual serão disputados os jogos pelas Eliminatórias para a Copa de 2026, quando não há previsão de partidas do Corinthians em seu estádio.

O Miami Dolphins é um dos times cotados para participar do jogo. Em 2021, em um esforço para internacionalizar a marca, a NFL concedeu aos times da liga a licença para a exploração dos direitos comerciais em alguns países fora dos EUA, e os Dolphins ficaram com o mercado brasileiro.

Nesta semana, o goleiro Cássio inclusive esteve em Miami para acompanhar uma partida entre o time da casa e o Tennessee Titans, que terminou com a vitória dos visitantes por 28 a 27. O jogo foi no Hard Rock Stadium, estádio que vai receber a final da Copa América em 2024.

Será a primeira vez que uma cidade do Hemisfério Sul vai receber um jogo do calendário internacional da NFL. Segundo os organizadores, o estádio do Corinthians foi o escolhido por apresentar as dimensões adequadas para a realização do jogo. Antes da aprovação, foram realizadas vistorias de itens como mobilidade, hospitalidade, segurança e infraestrutura.

Rio de Janeiro, Barcelona e Madri também estavam na disputa para receber o evento. Na atual temporada, Londres, na Inglaterra, e Frankfurt, na Alemanha, receberam partidas da liga de futebol americano dos EUA.

O acordo para trazer a partida ao Brasil contou com o apoio da prefeitura de São Paulo. O prefeito Ricardo Nunes esteve nesta quarta-feira em Dallas, durante o encontro anual dos donos dos 32 times da NFL, para assinar o contrato que sacramentou a realização do jogo na capital paulista.

Segundo Nunes, o evento irá gerar emprego e renda à cidade. A expectativa da prefeitura é de que ao menos 10 mil americanos fãs de futebol americano acompanhem o jogo no estádio.

“Levar a NFL para novos continentes, países e cidades ao redor do mundo é um elemento importante do nosso plano para seguir crescendo o esporte globalmente”, disse Roger Goodell, comissário da NFL. “O Brasil se estabeleceu como um mercado-chave para a NFL, e estamos animados para jogar no país pela primeira vez.”

Segundo estimativas da Liga, há no Brasil cerca de 38,3 milhões de pessoas que se declaram fãs da modalidade, atrás apenas do México, com 39,6 milhões, e dos Estados Unidos.

“Foram muitos meses de estudos e negociações, com duas visitas técnicas à Europa e muitas reuniões em Itaquera para chegarmos até aqui”, afirmou Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians.

O dirigente desejou sorte à próxima gestão do clube, sob a qual será realizada a partida. No fim de novembro, Augusto Melo foi eleito o novo presidente da agremiação, com o início do mandato em janeiro de 2024.

“É uma alegria muito grande essa notícia, porque vai estar se falando de futebol americano, fomentando o esporte, muita gente vai se interessar por esse evento”, afirmou Cristiane Kajiwara, presidente da CBFA (Confederação Brasileira de Futebol Americano).

Segundo a dirigente, a intenção é aproveitar o aumento do interesse do público brasileiro pelo esporte por causa do jogo para divulgar de maneira mais ampla a prática da modalidade no Brasil. “A gente pode ser uma modalidade muito atrativa e um produto atrativo também”, disse a presidente da CBFA.

Em outubro, a CBFA firmou uma parceria com a NFL com o objetivo de fomentar o esporte no país. O acordo entre as partes visa disseminar entre os jovens brasileiros o “flag football”, esporte similar ao futebol americano, mas de menor impacto. A modalidade foi recentemente inclusa no calendário dos Jogos Olímpicos de 2028, em Los Angeles.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo