Política

EUA e Venezuela trocam prisioneiros


Foto: Reprodução/Venezuela Nicolás Maduro

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou a soltura de um prisioneiro venezuelano em troca da libertação de 10 americanos pelo regime da Venezuela nesta quarta-feira, 20 de dezembro.

O acordo foi feito entre Washington e Caracas.

O venezuelano libertado, Alex Saab, é um aliado importante de Nicolás Maduro (foto) e foi acusado de ser um laranja do ditador.

Saab foi preso nos Estados Unidos por lavagem de dinheiro em 2020. A prisão de Saab pelos EUA era considerada um troféu por Washington na época.

O aliado de Maduro chegou a Caracas, capital da Venezuela, na tarde desta quarta.

A libertação dos prisioneiros americanos, que é a maior da história da ditadura chavista, ocorre algumas semanas após a administração Biden concordar em suspender algumas sanções, como parte de um compromisso entre Maduro e a oposição para garantir condições livres e justas nas eleições presidenciais na Venezuela em 2024.

Do total de 10 americanos detidos, o governo Biden considerava injusta a prisão de pelo menos seis deles.

Além disso, o acordo também resultará na extradição de Leonard Glenn Francis, conhecido como “Fat Leonard”, proprietário malaio de uma empresa de serviços navais no Sudeste Asiático. Ele é o personagem central de um dos maiores escândalos de suborno na história do Pentágono.

Francis foi preso há quase uma década em um hotel em San Diego como parte de uma operação federal, mas fugiu para a Venezuela.

Ele foi detido pela Interpol em setembro de 2022 ao tentar viajar para a Rússia. Investigadores afirmam que ele e sua empresa, Glenn Defense Marine Asia, subornaram dezenas de oficiais graduados da Marinha com bebidas, sexo, festas luxuosas e outros presentes, ludibriando a Marinha em mais de US$ 35 milhões.

Leia também em O Antagonista:

Governo sabia que J&F se beneficiaria de importação de energia da Venezuela

Maduro liga para Lula em meio à crise entre Venezuela e Guiana

Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo