Política

Fila do INSS nunca vai acabar, diz ministro do governo Lula


Fila do INSS nunca vai acabar, diz ministro do governo Lula

O Ministro da previdência social, Carlos Lupi, afirmou na última quarta-feira (03/01) que a fila para análise da concessão de benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) nunca vai acabar. A declaração fez referência ao fato de que o órgão recebe de 900 mil a 1 milhão de pedidos mensalmente.

Em uma formação de novos servidores do INSS, Lupi ressaltou que nunca mencionou que ia acabar com a fila, mas sim que haveria a instauração de um prazo de 45 dias para que os cidadãos que esperam pelo benefício recebam uma resposta.

Ele considera que resolver a questão não é simples, pois, é necessária uma análise justa dos documentos.

Humanização no atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social

Para 2024, a meta estabelecida é diminuir o tempo de espera em até 30 dias para a conclusão do benefício. Dessa forma, o cidadão que realizar o pedido poderá ter seu processo concluído ainda no mesmo mês.

Outra meta importante estabelecida para este ano é a humanização do atendimento do INSS. Lupi aponta que é preciso aproximar o órgão dos cidadãos, sem que isso signifique a substituição da presença física nas agências.

Além do seu papel fundamental na aposentadoria, a Previdência Social também concede outros benefícios como:

  • Auxílio-doença
  • Salário-maternidade
  • Pensão por morte
  • E muitos outros.

Portanto, vale reforçar a importância do INSS para os trabalhadores brasileiros e lembrar que as metas estabelecidas visam melhorar a experiência do cidadão com o órgão.

Fila do INSS não vai acabar

É importante reiterar que a afirmação de que a fila do INSS irá acabar é incorreta. O ministro da Previdência Social deixou claro em seu pronunciamento que a intenção é diminuir o prazo de espera para a concessão dos benefícios.

Metas para a fila do INSS em 2024

As metas adiantadas pelo ministro envolvem a redução do prazo para a conclusão do processo de concessão do benefício para até 30 dias.

Além disso, está inserida na lista de metas a intenção de “humanizar” o atendimento ao público, aproximando o INSS das pessoas e sem prever a eliminação do atendimento presencial nas agências.

Consultas

Para quem precisa realizar consultas ao INSS, além das agências físicas, é possível utilizar:

  • Central de Atendimento 135
  • Aplicativo Meu INSS (iOS e Android).

Ambas as opções permitem que o cidadão faça consultas de maneira prática e sem sair de casa.

É importante sempre buscar informações confiáveis e atualizadas sobre o INSS e sua administração, uma vez que se trata de um órgão de extrema importância para os trabalhadores brasileiros.

As metas estabelecidas visam sempre melhorar a qualidade do serviço prestado ao cidadão.

Lembramos ainda que a informação é uma das ferramentas mais importantes para que o cidadão possa entender seus direitos e saber como exigir que eles sejam cumpridos. Portanto, mantenha-se sempre informado.

Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo