Economia

Gastos que você pode cortar agora para economizar na hora da crise

Cinco gastos que podem ser cortados

Os planejadores financeiros destacam que para cada família existe uma recomendação específica para ajustar o orçamento. Afinal, um item que pode ser supérfluo para uma pessoa pode ser fundamental para outra.

Mas ainda assim é possível listar alguns tipos de despesas que podem ser revistos em momentos de se apertar o cinto. Existem alguns tipos de consumo que costumam drenar uma parte importante da renda de muitas famílias e, por isso, devem ser revistos com cuidado em momentos de crise.

  1. Bens duráveis e semiduráveis comprados por impulso: A família realmente precisa daquela blusa nova, ou daquele enfeite para a sala, ou de um conjunto novo de pratos? Muitas famílias acabam voltando do supermercado com mais itens do que a lista essencial pedia.
  2. Ir menos ao mercado: Programar as compras para não ir várias vezes ao mercado ou shopping reduz as tentações das compras por impulso.
  3. Refeições prontas: Com o isolamento social, as idas aos restaurantes e bares diminuíram, mas o consumo de refeições prontas, compradas por internet ou aplicativos cresceu. Trocar refeições prontas por pratos preparados em casa ajuda a economizar.
  4. Marcas famosas: Por que pagar mais por um produto por causa da marca? Não vale manter só por tradição ou status. Na crise, teste opções mais baratas — mas confiáveis. Vale também para remédios, usando genéricos ou similares se possível.
  5. Contas de consumo: Tem TV por assinatura e streaming? Precisa mesmo dos dois? O que pode ser cortado por um tempo? Ao ligar para a operadora desses planos para cancelar o serviço, o cliente pode ainda ter uma boa surpresa – a proposta de um desconto.

Fontes: Theo Linero, planejador financeiro; Jhon Wine, ex-vice-presidente da Abefin – Associação Brasileira de Educadores Financeiros

*Com informações de matéria publicada em março de 2021

Matéria: UOL Economia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo