Política

Governador do DF diz que vai vetar trechos de projeto que afeta área tombada de Brasília

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), anunciou em sua conta do X (antigo Twitter) que vai vetar os trechos do PPCUB (Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília), projeto de construções de hotéis, campings e comércios em áreas tombadas da capital.

“Entendemos que existem pontos controversos no Plano e decidimos vetá-los, como a permissão para a construção de um camping no fim do Eixão Sul e de hotéis nas quadras 700/900 Sul e Norte. Eles poderiam atrapalhar o projeto como um todo”, diz na publicação.

No projeto original de Brasília, as quadras 900 — que compõem o Setor de Grandes Áreas Norte (SGAN) e Sul (SGAS) — foram pensadas para terem prédios baixos, espalhados e com predomínio de vegetação.

O PPCUB, proposto pela Seduh (Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação) da gestão de Ibaneis, é alvo de críticas da oposição por prever também a construção de novas quadras residenciais, além de prédios mais altos do que os atuais.

O projeto foi aprovado pela Câmara Legislativa do Distrito Federal no dia 19 de junho com 18 votos favoráveis e seis contrários.

Desde as tramitações nas comissões, parlamentares da oposição criticaram o PPCUB por identificarem irregularidades no trato ao Conjunto Urbanístico de Brasília, que abarca a área do Plano Piloto projetada por Lúcio Costa, e é patrimônio histórico tombado pela Unesco.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar sete acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo