Política

Grupo Silvio Santos diz esperar solução amigável com prefeitura sobre terreno no Bixiga

O Grupo Silvio Santos divulgou nota nesta quinta-feira (5) em que diz esperar uma “solução amigável” junto à Prefeitura de São Paulo com relação a um terreno que possui no bairro do Bixiga.

Como mostrou o Painel, o grupo fez uma proposta à prefeitura de vender a área, objeto de disputa há quatro décadas, por R$ 80 milhões.

A administração municipal pretende construir um parque no local, que contempla também o teatro Oficina. Já o conglomerado ligado ao apresentador de TV gostaria de edificar ali três prédios de uso comercial e residencial.

“É importante ressaltar que a história do bairro se confunde com a história dos 65 Anos do Grupo Silvio Santos, onde lá funcionou por décadas sua sede, além do famoso Teatro Imprensa, palco de projetos artísticos e educacionais de grande relevância para a cidade e onde abriga até hoje a sede da Liderança Capitalização”, diz a nota, assinada pelo presidente do Grupo, José Roberto Maciel.

Segundo ele, o empreendimento, além da geração de empregos, traria benefícios a seu entorno ao oferecer “um padrão de moradia digno”, levando em conta acessibilidade, revitalização e oferta de serviços para a população local.

A nota acrescenta que o grupo está ciente que a prefeitura pretende dar outra destinação ao local e por isso fez a oferta de venda.

“O Grupo Silvio Santos compreende que há nesse local um desejo diverso ao nosso para destinação deste terreno que, pelo que se sabe, seria destinado à construção de um parque como já largamente divulgado. Assim, o Grupo espera uma solução amigável que atenda aos interesses de todos”, afirma.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo