Economia

Há 30 anos, rei Charles causou acidente com avião que ele mesmo pilotava

Onze pessoas estavam a bordo, incluindo o próprio Charles. Durante a aproximação, ele pediu ao comandante Graham Laurie para pousar a aeronave.

Como Charles já foi piloto das forças armadas britânicas, isso não seria nenhum problema, o comandante concordou e passou os comandos para ele. A aproximação era instável, com fortes ventos.

Charles manteve o BAe-146 mais alto e rápido do que o correto para o pouso naquela pista em Islay. Fortes ventos traseiros fizeram com que o avião tocasse o trem de pouso dianteiro na pista primeiro, mantendo as rodas de trás elevadas, como em um carrinho de mão.

Isso fez com que os sistemas que acionam os freios demorassem a funcionar, já que a aeronave interpretava que o avião ainda não havia tocado o solo adequadamente. Com essa demora, o avião continuou na pista até ser muito tarde para conseguir parar.

Três pneus estouraram, fazendo com que Charles perdesse o controle e saísse da pista. O avião parou na grama, batendo o nariz contra o chão e afundando na lama.

Apesar da gravidade do acidente, ninguém ficou ferido.

Matéria: UOL Economia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo