Política

Hamas drogou reféns para que parecessem “calmos e felizes”

Representantes do Ministério da Saúde de Israel revelaram em audiência no parlamento que reféns libertados nos últimos dias pelo Hamas foram drogados pelos terroristas para parecerem “calmos e felizes” nos vídeos de propaganda que foram produzidos para sua militância e seus apoiadores ocidentais.

Parte da imprensa tem repercutido narrativas divulgadas pelo infame “Ministério da Saúde de Gaza”, um braço do Hamas sem qualquer tipo de checagem independente. Já o Ministério da Saúde de Israel, uma democracia liberal com os pesos e contrapesos institucionais funcionando, o que inclui uma oposição vigilante e imprensa livre, merece crédito em suas declarações.

Veja a postagem da jornalista Amy Spiro, do The Times of Israel:

“Funcionários do Ministério da Saúde de Israel disseram em uma audiência no Knesset que o Hamas deu drogas aos reféns antes de libertá-los, para que parecessem calmos e felizes em seus vídeos de propaganda.”

Leia mais:

Moradores de Gaza hostilizam terroristas que saqueavam ajuda humanitária



Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo