Tecnologia

Homem é infectado por vírus mortal raro após mordida de macaco

Um homem de 37 anos está sendo monitorando pelas autoridades sanitárias de Hong Kong após contrair um vírus mortal raro. Ele está internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e o estado de saúde dele é considerado crítico.

Leia mais

Homem foi mordido por macaco

De acordo com o Centro de Proteção à Saúde de Hong Kong, o paciente foi infectado pelo vírus B, oficialmente conhecido como Herpesvirus simiae. Segundo as autoridades da região, o homem não possuía nenhuma doença prévia e contraiu o vírus após ser mordido por um macaco.

O ataque do animal aconteceu durante visita ao Kam Shan Country Park, ponto turístico de Hong Kong. No local, macacos vivem livres. Investigações estão sendo realizadas para determinar se outros animais também podem estar infectados pelo vírus B.

Os primeiros sintomas só surgiram quase um mês após o incidente. O homem teve febre e perda da consciência. A infecção foi confirmada após análise de uma amostra do líquido cefalorraquidiano do indivíduo.

Doença pode ser transmitida para humanos pela mordida de macacos infectados (Imagem: Jason Crook/Shutterstock)

Vírus B

  • De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, a infecção pelo vírus B é extremamente rara, mas pode causar danos cerebrais graves ou morte.
  • A doença tem um longo período de incubação, que pode chegar a um mês.
  • Os sintomas são semelhantes aos da gripe, mas podem progredir e afetar o sistema nervoso central.
  • A infecção é quase sempre transmitida por mordida, uma vez que a saliva do animal contém o vírus B.
  • No entanto, o contato com a urina e com as fezes de um macaco infectado também podem transmitir a doença.
  • O primeiro caso documentado de infecção pelo vírus B ocorreu em 1932, quando um pesquisador foi mordido na mão por um macaco-rhesus (Maca mulatta) aparentemente saudável.
  • No total, são 50 casos confirmados em todo o mundo até hoje, sendo que 21 deles resultaram na morte dos pacientes.

Olhar Digital

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo