Economia

Ibovespa sobe aos 129 mil pontos com CSN Mineração (CMIN3) liderando ganhos; SLC Agrícola (SLCE3) tem a maior queda e dólar recua

O setor de semicondutores chinês também ficou no vermelho hoje após notícia de que os EUA estão pressionando aliados a restringir o acesso da China à tecnologia para o desenvolvimento de chips. A Hygon Information Technology caiu 4,2% e a LONGi Green Energy Technology cedeu 2,9%.

A movimentação no Senado dos EUA também pesou fortemente em ações de biotecnologia listadas em Hong Kong, incluindo as da WuXi AppTec e da Wuxi Biologics, que tombaram cerca de 21%, cada. Com isso, o índice Hang Seng encerrou a sessão em Hong Kong em baixa de 1,27%, a 16.229,78 pontos.

Diante do clima tenso com os EUA, dados de exportação da China melhores do que o esperado e sinalização de que Pequim voltará a reduzir a taxa de compulsório bancário ficaram em segundo plano.

Já o Nikkei recuou 1,23% em Tóquio hoje, a 39.598,71 pontos, após o iene atingir máxima em um mês frente ao dólar com crescentes expectativas de que o Banco do Japão (BoJ) começará a reverter sua política de juros negativos em algum momento deste ano.

Os mercados de Seul e de Taiwan, no entanto, encerraram o dia com ganhos, após o desempenho positivo de Wall Street ontem e de sinalização do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Jerome Powell, de que os juros básicos americanos provavelmente serão cortados em 2024. O sul-coreano Kospi avançou 0,23% em Seul, a 2.647,62 pontos, e o taiwanês Taiex subiu 1%, a 19.693,52 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no azul, graças a ações dos maiores bancos do país. O S&P/ASX 200 avançou 0,39% em Sydney, atingindo novo pico histórico de 7.763,70 pontos.

Matéria: UOL Economia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo