Política

Israel elimina “número 2” do braço político do Hamas no Líbano

Um ataque de um drone israelense em Beirute, capital do Líbano, na madrugada de terça-feira, 2, resultou na morte de Saleh al-Arouri (na foto, ao lado de Ali Khamenei, líder supremo do Irã), um dos líderes mais importantes do Hamas. O ataque ocorreu em um bairro xiita, conhecido por suas conexões com grupos terroristas apoiados pelo Irã.

Al-Arouri, cofundador das Brigadas Al-Qassam, braço armado do Hamas e coordenador do grupo na Cisjordânia, era muito ligado ao Irã. Fontes militares, segundo a Reuters, colocam Israel como responsável pela operação. Informações iniciais também indicam que outros líderes iranianos estavam presentes e podem ter sido atingidos.

O ataque ocorreu em Danyeh, subúrbio entre o centro de Beirute e o Aeroporto Internacional. “Um drone israelense atingiu um escritório do Hamas em Al-Musharrafiya, perto de Al-Sharq Sweets”, reportou a Agência Nacional de Notícias do Líbano (NNA). Além de Al-Arouri, três outras vítimas foram reportadas, mas suas identidades não foram divulgadas.

Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo