Notícias

Jovens são levados para rua deserta e espancados por seguranças no CE

O adolescente teve um braço quebrado, segundo o jornalista Loík Araújo, irmão dele. O jovem levou pancadas nas costelas e na cabeça. O amigo dele também foi agredido e ficou com hematomas no rosto, inclusive dentro do olho. Eles registraram boletim de ocorrência na Delegacia de Regional de Tianguá e passaram por exame de corpo de delito.

Loík Araújo divulgou imagens dos hematomas no corpo do irmão e do amigo dele. Ele disse não saber o porquê de os seguranças terem agredido os dois.

Araújo explicou que, além de darem golpes com cassetetes, socos e chutes, os seguranças também teriam aplicado um golpe conhecido como “mata-leão”. Os agentes também teriam usado spray de pimenta nos olhos dos dois.

Araújo disse ainda que, mesmo que os dois tenham feito algo errado, não justifica a ação violenta dos seguranças, sobretudo porque eles não conduziram os dois jovens para a delegacia. “Ainda restam muitas dúvidas que até agora nenhum dos agressores se justificaram. Se eles estavam tão errados, por que não os conduziram à delegacia já que era bem atrás do palco? Por que tanta crueldade com um ser humano? Que direito eles tem de espancar e lesionar um menor de idade? Será que só tinha aquele caminho para eles passarem em que gerasse toda essa confusão? Enfim são muitas perguntas, e o que a família mais quer é que eles respondam pelo que fizeram, já que os danos são irreparáveis no meu irmão e no amigo dele”.

Ao UOL, a Polícia Civil do Ceará informou que abriu inquérito para investigar o caso, registrado como lesão corporal. A polícia também disse que as investigações estão sob responsabilidade da Delegacia Regional de Tianguá, “responsável pela identificação e captura dos suspeitos”.

A reportagem também entrou em contato com a prefeitura de Tianguá para pedir posicionamento, mas não obteve retorno. Em caso de resposta, o texto será atualizado.

Matéria: UOL Notícias

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo