Política

Lula dá recado a Musk e diz que bilionário que faz foguete precisa usar dinheiro para preservar floresta

O presidente Lula (PT) disse nesta terça-feira (9) que bilionários do mundo precisam aprender a preservar a floresta, fazendo uma referência (sem citá-lo nominalmente) a Elon Musk, dono do X (antigo Twitter) e que nos últimos dias vem fazendo ataques ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes e ao atual governo.

“Hoje temos gente que não acredita que o desmatamento, as queimadas, prejudicam o planeta Terra, e muita gente não leva a sério o que significa manutenção das florestas, da vida no planeta e que não tem para onde fugir. Tem até bilionário tentando fazer foguete, viagem, para ver se encontra lugar lá fora”, afirmou.

“Ele [bilionário] vai ter que aprender a viver aqui, utilizar o muito do dinheiro que ele tem para ajudar a preservar isso aqui, melhorar a vida das pessoas”, completou.

A declaração foi dada durante cerimônia do lançamento do Programa União com Municípios pela Redução do Desmatamento e Incêndios Florestais na Amazônia.

Em rede social, logo depois, Lula reforçou o mesmo discurso, com recados a Musk.

Além de dono do X e da fabricante de veículos elétricos Tesla, Musk também é fundador da Space X, que desenvolveu avanços tecnológicos como a capacidade do foguete Falcon 9 de retornar ao solo e planos de enviar os primeiros humanos a Marte.

Desde segunda (8), Musk subiu o tom dos ataques e chamou Moraes de ditador. “Como @alexandre se tornou o ditador do Brasil? Ele tem Lula em uma coleira”, escreveu o empresário, na rede social, junto com um emoji de risada.

Também disse que Moraes tirou “Lula da prisão” e influenciou na eleição, ecoando discurso de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), e que por isso o atual mandatário não se opõe ao magistrado.

Ele foi incluído no domingo (7) como investigado no inquérito das milícias digitais por ordem de Moraes, após uma série de declarações relacionadas ao Brasil. O empresário chegou a dizer que estava “levantando restrições” de sua rede impostas por decisões judiciais, além de defender que Moraes deveria renunciar ou sofrer impeachment.

No evento desta terça, Lula também cobrou que países ricos ajudem a financiar o combate ao desmatamento e a preservação da Amazônia.

“Precisamos o mundo rico que se industrializou muito antes de nós e não tinha a consciência de preservação que não tem hoje, tem que pagar pelo que fizeram no passado, tem uma divida com planeta terra”, disse.

“Tem que ajudar a financiar para que a gente possa dar aos prefeitos, às pessoas que moram [nesses lugares que desmatam] a certeza de que vai valer a pena preservar, ter uma agricultura sustentável, só plantar onde é possível plantar, sem destruir uma nascente, um rio. Ele tem que entender que vai valer a pena [preservar], não pode ser só discurso,” completou.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo