Entretenimento

Lula Queiroga ergue pontes potentes no álbum ‘Capibaribum’ sem sair do rio que banha a aldeia e a alma do artista | Blog do Mauro Ferreira

Esse tempo de delicadeza é insinuado na introdução de A curva da luz (Lula Queiroga e Yuri Queiroga), música dos versos “Amor é o antidestino / Que expõe o coração / À curva da luz”, mas logo se dilui com o som potente que banha boa parte das faixas de Capibaribum, álbum que capta e expõe tensões e perturbações mentais do tempo presente, como exemplifica Hora do pesadelo (Lucky Luciano, Yuri Queiroga e Lula Queiroga), cuja letra destaca os versos “Eu ando tendo pesadelos estranhos / Tudo parece tão real / Como naqueles filmes de apocalipse / Só que não muda de canal”.

Matéria: G1 POP & Arte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo