Esporte

Maratona de Londres iguala premiação de cadeirantes com demais categorias

O valor do prêmio para os atletas cadeirantes na maratona de Londres de 2024 será o mesmo que para os atletas sem deficiência, se tornando a primeira a igualar os dois valores, disseram os organizadores em comunicado divulgado nesta quinta-feira (22).

Com um aumento de US$ 54 mil (R$ 266,2 mil), o valor total do prêmio para a corrida de cadeira de rodas deste ano será de US$ 308 mil (R$ 1,5 milhão), igualando o dos atletas sem deficiência.

Todos os quatro vencedores das corridas de elite receberão US$ 55 mil (R$ 271 mil), com os segundos colocados ganhando US$ 30 mil (R$ 148 mil) e os terceiros colocados, US$ 22,5 mil (R$ 111 mil).

“Estamos orgulhosos de nossa história em apoiar participantes com deficiências e estamos felizes em continuar nosso compromisso com o esporte para pessoas com deficiência com essa medida histórica”, disse o diretor de eventos da maratona de Londres, Hugh Brasher.

“Fizemos grandes avanços nos últimos anos em direção à nossa ambição de tornar a maratona de Londres a mais diversificada e equitativa do mundo, e este é mais um passo importante para alcançar esse objetivo.”

O britânico David Weir, seis vezes medalhista de ouro paralímpico e oito vezes vencedor da maratona de Londres, espera que outros eventos tomem a mesma decisão.

“Novamente, a maratona de Londres estabeleceu o padrão para a igualdade nas divisões de corrida”, disse Weir.

“Este é um grande marco para o esporte para pessoas com deficiência e espero que outras corridas e entidades esportivas possam tomar nota.”

A maratona de Londres acontece em 21 de abril.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo