Política

‘Marçal da Baixada’ se lança candidato em Santos e mira projetos de Dubai e Las Vegas

O comunicador e palestrante Nando Pinheiro, 44, se lançou pré-candidato à prefeitura de Santos (SP) com metas ambiciosas e a confiança inabalável de quem dá conselhos para os 2,2 milhões de inscritos em seu canal do YouTube.

Filiado ao Avante, ele aposta nas redes sociais para enfrentar nomes tradicionais, como a deputada federal Rosana Valle (PL), o prefeito Rogério Santos (Republicanos) e a ex-prefeita Telma de Souza (PT).

Sua principal inspiração é o coach e empresário Pablo Marçal (PRTB), que se lançou candidato à Prefeitura São Paulo e tenta atrair os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro.

“Pablo Marçal é meu amigo pessoal, estamos na mesma luta. A gente vem desde 2022 cutucando a política brasileira por entender que o nosso país precisa de homens de coragem”, afirma.

Nando Pinheiro é empresário, trabalha com publicidade e se diz uma cria da Baixada Santista. Mas se destaca como influenciador digital, publicando vídeos com mensagens motivacionais em redes sociais como YouTube e Instagram.

Ele se classifica como um político de direita e apoiador de Bolsonaro. Em 2022, concorreu a uma cadeira na Câmara dos Deputados em São Paulo pelo PL e saiu das urnas com 30 mil votos.

Sem espaço no partido, que sacramentou a candidatura de Rosana Valle, decidiu partir para um voo solo no Avante. Disse que vai usar sua experiência em “ouvir as pessoas” para conduzir uma eventual gestão.

“Educação, saúde e segurança é obrigação do gestor público, as pessoas pagam impostos para isso. Quero fazer algo disruptivo”, diz o pré-candidato.

Ele afirma que fará um plano de governo com o apoio de especialistas e vai levar para Santos projetos de semáforos inteligentes de Dubai e passarelas com elevadores e escadas rolantes como as de Las Vegas.

Para conseguir viabilidade política, Pinheiro terá como principal obstáculo o isolamento político – até o momento, sua pré-candidatura não conseguiu alianças com outros partidos.

Também terá que superar o baixo desempenho que teve na cidade nas eleições de 2022. Dos seus mais de 30 mil votos, apenas 177 vieram de Santos. Ele diz confiar nos debates para se fazer conhecido: “vou jantar os nomes da velha política.”

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar sete acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo