Política

Ministério da Justiça mantém agenda de ações após indicação de Dino

A indefinição sobre o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública após a indicação de Flávio Dino ao STF (Supremo Tribunal Federal) ou mesmo sobre se a pasta continuará unificada não alterou a agenda de lançamentos de programas e ações previstos para as próximas semanas.

Nesta semana, está prevista a participação de representantes do ministério no lançamento de uma ação no Rio de Janeiro voltada para a prevenção às drogas e acolhimento de pessoas em situação de rua.

Além disso, a pasta finaliza os detalhes para lançar, também nesta semana, um aplicativo e um site onde o usuário poderá cadastrar previamente seu celular para que, em caso de furto ou roubo, pessoas de confiança consigam bloquear o aparelho.

A ideia é evitar que o assaltante acesse aplicativos bancários e pessoais, minimizando os danos provocados ao dono do celular,

Em outra frente, o ministério conclui o projeto que deve ter diretrizes para o uso de câmeras corporais por policiais. A iniciativa precisa ser negociadas com os estados, e uma maneira de tentar incentivar é ampliando o repasse de recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública para quem aderir.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo