Política

Ministro de Lula reage a declarações de Musk e diz que soberania não será tutelada por plataformas

O ministro da Secretaria de Comunicação, Paulo Pimenta, e a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), responderam às declarações do empresário Elon Musk, dono da rede social X (antigo Twitter), que fez ataques ao ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal) e disse que iria descumprir decisões judiciais brasileiras.

Pimenta escreveu, neste domingo (7), que o Brasil “não é a selva da impunidade e nossa soberania não será tutelada pelo poder das plataformas de internet e do modelo de negócio das big techs”.

Também disse que “não vamos permitir que ninguém, independente do dinheiro e do poder que tenha afronte nossa Pátria”.

“O Brasil é um país soberano, democrático, com uma Constituição Federal e um sistema de Justiça independente e respeitado. Somos uma democracia sólida com instituições autônomas e uma imprensa livre e com total liberdade de expressão”, disse.

Ele acrescentou que o país não irá transigir diante de ameaças e nem tolerar impunemente nenhum ato que atente contra a democracia.

Gleisi, por sua vez, escreveu na noite deste sábado (6), em seu perfil na rede, que “patético é o menor dos adjetivos” para descrever as respostas do empresário a Moraes”.

A petista também disse que as respostas de Musk inflam a extrema-direita “ao insinuar que há censura no Brasil, ao mesmo tempo que sua rede permite discursos de ódio e propagação em larga escala de notícias falsas”.

“Enquanto tentarem enfraquecer democracias nós vamos resistir. E exigir que ninguém seja anistiado!”, escreveu.

A deputada federal Erika Hilton (PSOL-SP), vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos, Minorias e Igualdade Racial também da Câmara dos Deputados, também se manifestou contra a atitude de Musk, afirmando que o dono do X está “ameaçando desrespeitar ordens judiciais brasileiras em prol da liberdade de cometer crimes na internet”.

“Como líder do PSOL na Câmara, eu e o Partido atuaremos para que a regulamentação das redes sociais volte à pauta e seja aprovada”, escreveu ela.

Em publicação no seu perfil, Musk afirmou que Moraes deveria renunciar ou sofrer impeachment. No mesmo texto, ele afirmou que em breve publicará tudo o que é exigido pelo ministro e “como essas solicitações violam a legislação brasileira”.

No sábado, menos de uma hora depois de um perfil institucional do X postar que bloqueou “determinadas contas populares no Brasil” devido a decisões judiciais, Musk retuitou mensagem em que diz que “estamos levantando todas as restrições” e que “princípios importam mais que o lucro”.

Apesar de o post da empresa não citar de onde seriam as decisões, Musk repostou a publicação, junto da mensagem: “Por que você está fazendo isso @alexandre”, marcando o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo