Política

“Não somos odiados pela maioria da população”

O ministro Gilmar Mendes (foto), do Supremo Tribunal Federal, afirmou na sexta-feira, 1º, que os ministros da Corte não são odiados pela maioria da população do país.

“Recentemente, na tribuna do Supremo, um advogado disse que nós éramos bastante pouco amados, ou até mesmo odiados. Certamente, não somos pela maioria da população. Mas, é claro, o papel da contramajoritariedade é muito difícil, ele muitas vezes leva a atitudes de incompreensão e antipatia”, disse durante evento em Fortaleza que reuniu servidores de tribunais de contas de vários países.

A fala de Gilmar Mendes se refere ao desembargador aposentado Sebastião Coelho, que defendeu Aécio Lúcio Costa Pereira, o primeiro réu julgado pelos atos de 8 de janeiro.

Em 13 de setembro, Coelho afirmou que os ministros do STF são “as pessoas mais odiadas” do país.

Veja também:

Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo