Tecnologia

negociações de US$ 10 bilhões chegam ao fim

A startup de inteligência artificial (IA) de Elon Musk, xAI, e o gigante tecnológico Oracle encerraram as negociações sobre um potencial acordo de servidores no valor de US$ 10 bilhões.

O fim das conversas foi relatado pelo The Information.

As discussões giravam em torno da expansão do arranjo existente da xAI com a Oracle, onde a startup atualmente aluga chips de IA da Nvidia do provedor de nuvem. Fontes familiarizadas com o assunto revelaram ao The Information que as conversas foram interrompidas, apesar dos esforços contínuos para solidificar um acordo de vários anos.

Um dos pontos de discordância foi a insistência do bilionário Elon Musk em acelerar o desenvolvimento de um supercomputador — ideia que o Olhar Digital já apresentou aqui — além do que a Oracle considerava viável.

Leia mais:

Movimentos estratégicos da xAI

Em resposta ao impasse nas negociações, Musk anunciou em sua plataforma de mídia social X que a xAI irá construir independentemente um sistema utilizando unidades de processamento gráfico H100 da Nvidia. Musk afirmou que esse movimento visa alcançar o “tempo mais rápido para conclusão” para suas necessidades de infraestrutura de IA.

Confira o comentário completo de Elon Musk no X (acima) sobre o fim das conversas por uma parceria com a Oracle:

A xAI contratou 24 mil H100s da Oracle e o Grok 2 foi treinado com esses recursos. O Grok 2 está passando por refinamento e correção de bugs. Provavelmente estará pronto para lançamento no próximo mês.

A xAI está construindo o sistema de 100 mil H100s por conta própria para garantir o tempo mais rápido de conclusão. O objetivo é começar o treinamento ainda este mês. Será o cluster de treinamento mais poderoso do mundo por uma ampla margem.

A razão pela qual decidimos construir o sistema de 100 mil H100s e o próximo grande sistema internamente é que nossa competitividade fundamental depende de sermos mais rápidos do que qualquer outra empresa de IA. Esta é a única maneira de alcançar nossos concorrentes.

A Oracle é uma ótima empresa, e há outra empresa promissora também envolvida no cluster OpenAI GB200, mas, quando nosso destino depende de sermos disparadamente os mais rápidos, precisamos ter o controle nas nossas próprias mãos, em vez de sermos passageiros.

Elon Musk em uma postagem no X

Perspectiva da Oracle

Enquanto isso, a Oracle expressou preocupações com desafios logísticos, incluindo fornecimento inadequado de energia no local preferido da xAI para o supercomputador.

Apesar desses contratempos, a Oracle afirmou continuar as discussões com a xAI sobre futuros requisitos de infraestrutura, enfatizando a colaboração contínua no treinamento de modelos de IA na Oracle Gen2 Cloud.

“A empresa está sempre em discussão com clientes sobre a capacidade futura e continua a dialogar com a xAI sobre suas necessidades de infraestrutura,” disse uma fonte à Reuters.

Olhar Digital

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo