Política

Onda de calor atinge 15 estados e o DF


Foto:Tânia Rêgo/Agência Brasil

Uma nova onda de calor está prevista para atingir extensas áreas do país a partir desta quinta-feira, 14. Segundo meteorologistas, o fenômeno não será tão intenso quanto o registrado em novembro, que resultou em recordes de temperatura.

O termo “onda de calor” é utilizado quando a temperatura permanece cinco graus Celsius acima da média por um período entre três e cinco dias.

Devido às temperaturas acima da média, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de perigo para 15 estados e o Distrito Federal. O alerta teve início ao meio dia desta quinta-feira e será válido até às 19h do próximo domingo, 17.

Os estados que serão afetados pela onda de calor são Tocantins, Rondônia, Maranhão, Piauí, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso. Já Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal.

As temperaturas mais altas estão previstas para algumas regiões específicas. Locais como Mato Grosso do Sul, sul e leste do Mato Grosso, sul de Goiás, noroeste de Minas Gerais e região oeste da Bahia podem registrar temperaturas entre 40°C e 42°C.

Já no interior do Piauí, Maranhão, leste do Tocantins, sul e leste de Santa Catarina e interior de São Paulo, as temperaturas devem variar entre 38°C e 40°C. O norte e oeste do Paraná, estado do Rio de Janeiro e Espírito Santo podem esperar temperaturas entre 37°C e 39°C.

No entanto, os especialistas afirmam que a onda de calor será menos intensa e generalizada em comparação com a última registrada. A proximidade do verão traz mais umidade, o que impede que as temperaturas subam ainda mais. Portanto, mesmo com a nova onda de calor, espera-se que seja menos intensa e que as temperaturas não atinjam recordes como antes.

Vale ressaltar que a onda de calor não está diretamente relacionada ao verão. Esse fenômeno ocorre quando há um aumento significativo na temperatura média por vários dias consecutivos.

Já a influência do El Niño sobre o verão deste ano fará com que a estação seja mais quente que o normal. Estima-se que as temperaturas estejam, em média, três graus Celsius acima da média em boa parte do país.

Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo