Política

ONU pede cessar-fogo e Israel reage: “liguem para Sinwar”

A Assembleia Geral da ONU aprovou uma resolução exigindo cessar-fogo em Gaza, com 153 votos a favor e 10 contrários. A resolução, que não menciona o Hamas, foi duramente criticada por Israel e Estados Unidos.

Durante a reunião, o embaixador israelense Gilad Erdan mostrou um cartaz com o número de telefone do líder do Hamas, Yahya Sinwar, lembrando que o grupo é o verdadeiro responsável pelo conflito e que um cessar-fogo duradouro só ocorrerá se o Hamas devolver os reféns e se render.

Erdan desafiou os membros da ONU a contatarem o Hamas diretamente para negociar um cessar-fogo real e duradouro, enquanto acusava a resolução de ser hipócrita por não condenar os ataques terroristas do grupo e seus crimes contra a humanidade.

O embaixador israelense alertou que um cessar-fogo unilateral apenas prolongaria a morte e destruição de Gaza.  A resolução aprovada expressa preocupação com a “situação humanitária catastrófica em Gaza”, exige um cessar-fogo humanitário imediato e apela pela proteção de civis, acesso humanitário e libertação incondicional e imediata de todos os reféns.

Após a discussão, Gilad Erdan fez uma postagem no X, ex-Twitter, reforçando sua posição:

“Durante a reunião de emergência de hoje na Assembleia Geral sobre a guerra Israel-Hamas, deixei claro a todos os embaixadores antes da votação: se querem um verdadeiro cessar-fogo, liguem para os escritórios do Hamas em Gaza e peçam por Yahya Sinwar. Diga-lhe que quando o Hamas depuser as armas, se entregar e devolver todos os reféns, então haverá um verdadeiro cessar-fogo que durará para sempre.”

O Antagonista, desde o início do conflito, reforça a imoralidade de um pedido de cessar-fogo a uma nação que está se defendendo e lutando pelo direito legítimo de existir, após um ataque genocida e bárbaro que vitimou mais de 1.200 de seus cidadãos em 7 de outubro.

Leia mais:

Sinwar, senhor da guerra e mensageiro da morte

Crusoé: O que Israel faz para evitar mortes de civis em Gaza



Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo