Política

OpenAI expõe e-mails antigos de Musk em processo

No novo capítulo do embate legal entre Elon Musk e a OpenAI, a empresa de Sam Altman decidiu tornar públicos e-mails antigos do cofundador. A divulgação, feita através de uma postagem no blog da OpenAI nesta terça-feira, 5, responde às alegações de Musk de que o acordo da empresa com a Microsoft violaria os termos de seu contrato.

Os emails destacam uma conversa entre Musk e outros membros do primeiro escalão da OpenAI, incluindo os cofundadores Sam Altman e Greg Brockman, sobre a necessidade de compartilhar menos informações à medida que a empresa evoluísse.

Uma mensagem datada de 2 de janeiro de 2016, enviada por Ilya Sutskever a Musk e Brockman, propôs uma mudança gradual na política de transparência da empresa. Musk, respondendo apenas cinco minutos depois, concordou com a proposição com um simples “yup” (gíria americana para “sim”).

No processo, Musk argumenta que a OpenAI, em sua parceria de US$ 10 bilhões com a Microsoft, desviou-se de sua missão inicial não lucrativa ao esconder códigos de produtos prometidos para divulgação pública. OpenAI, por outro lado, sustenta que Musk estava ciente desde o início da necessidade de uma entidade com fins lucrativos para continuar seu trabalho, inclusive tentando juntos formular um modelo viável para tal transição.

A OpenAI também relembrou o esforço de Musk em promover um compromisso de financiamento de US$ 1 bilhão, destacando que, sob sua influência, a organização não lucrativa arrecadou menos de US$ 45 milhões dele e US$ 90 milhões de outros doadores.

Em 2017, discutiu-se a transformação da OpenAI em uma entidade lucrativa, uma proposta que Musk apoiou, desde que lhe fosse garantido o controle majoritário e a posição de CEO. As negociações fracassaram quando os demais líderes rejeitaram a ideia de conceder controle absoluto a qualquer indivíduo, indo contra a missão da empresa.

Musk sugeriu, então, integrar a OpenAI à Tesla, propondo que a empresa de carros elétricos se tornasse a “vaca leiteira” para financiar a OpenAI. Apesar de inicialmente apoiar a ideia de se opor a gigantes como o Google no espaço da IA, Musk acabou se desligando da OpenAI em fevereiro de 2018, declarando que a probabilidade de sucesso da empresa era nula e que planejava desenvolver um concorrente de AGI dentro da Tesla.



Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo