Tecnologia

OpenAI fecha acordo com primeiro parceiro de revenda para o ChatGPT

Pela primeira vez, a OpenAI terá uma empresa parceira que realizará a revenda de seu chatbot, o ChatGPT. Trata-se da PwC, que também se torna o maior usuário corporativo da startup de inteligência artificial.

Leia mais:

O acordo, que não teve valores divulgados, vai permitir que a PwC, uma empresa de consultoria e contabilidade, forneça para seus funcionários dos escritórios nos EUA e no Reino Unido, assim como a seus clientes, o ChatGPT Enterprise, a versão focada em negócios do chatbot IA generativa da OpenAI.

A PwC celebrou o acordo em uma publicação nesta quarta-feira (29). “Vamos expandir nosso ecossistema tecnológico, aprofundar a IA generativa em nossa empresa e nos permitir dimensionar os recursos de IA em todas as empresas para impulsionar o impacto acelerado para os clientes”, diz o post.

ChatGPT
O ChatGPT Enterprise é voltado para grandes empresas – (Imagem: photosince / Shutterstock)

Funcionários e clientes da PwC nos EUA e no Reino Unido ganharão acesso às ferramentas mais recentes da OpenAI, incluindo seu recentemente anunciado modelo ChatGPT-4o e novos recursos focados em voz e imagem.

“Por estarmos na vanguarda dos modelos OpenAI e sermos a primeira empresa a anunciar a integração em sua prática, estamos em uma posição única para ajudar os clientes a aproveitar o ChatGPT Enterprise para formas de trabalho melhores e mais rápidas”, disse a PwC em seu post.

ChatGPT para negócios vai ser difundido pela PwC

  • A PwC entregará licenças do ChatGPT Enterprise a mais de 100mil funcionários – 75 mil nos EUA e 26 mil no Reino Unido.
  • A companhia não especificou o número de trabalhadores que usaram a ferramenta.
  • Quanto a clientes, a empresa diz que vai ajudá-los a acelerar a implementação de IA generativa, tendo identificado mais de 3 mil casos de uso internos abrangendo diferentes setores.
A PwC tem escritórios nos EUA e no Reino Unido – Imagem: Tallmaple/Shutterstock

Olhar Digital

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo