Política

Opositores de Maduro veem em ameaça à Guiana pretexto para anular eleição

Opositores do regime do ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, estão convencidos de que ele atacará a Guiana e usará a ação militar como um pretexto para cancelar as eleições presidenciais marcadas para o primeiro semestre de 2024.

Segundo esse raciocínio, ao invadir o país vizinho, Maduro decretaria imediatamente um estado de exceção, e usaria a manobra jurídica como razão para adiar o pleito indefinidamente.

Seria a única saída para ele evitar a eleição da opositora Maria Corina Machado, escolhida em primárias da oposição.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo