Notícias

Pacto Verde, de projeto emblemático a problema político

No entanto, cinco anos depois, os industriais e os agricultores estão reclamando da carga regulatória e da burocracia, a ponto de vários países terem sugerido a necessidade de uma pausa regulatória. 

No processo, partes importantes do Pacto foram aprovadas, como o fim dos carros com motores de combustão interna até 2035, o imposto sobre o carbono na fronteira ou o bloqueio de produtos resultantes de desmatamento. 

No entanto, a partir de 2023, o processo sofreu grandes retrocessos, como ataques à legislação para reduzir os pesticidas ou a restauração de ecossistemas. 

Sob pressão de partidos nacionalistas e da extrema direita, o maior bloco político do Parlamento Europeu, o Partido Popular Europeu (PPE), transformou a questão em um tema eleitoral. 

Para o eurodeputado alemão Peter Liese, do PPE, é “difícil tornar a transição uma realidade no setor e também entre os cidadãos”. 

Em sua opinião, as atividades rurais devem ser “mais protegidas” e os agricultores não devem ser vistos como “inimigos da política climática”. 

Matéria: UOL Notícias

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo