Política

Para conter Boulos, Bolsonaro diz estar “fechado” com Nunes


Foto: Jonathas Brandão/ PL

O ex-presidente Jair Bolsonaro disse a aliados ao longo do réveillon que está “fechado” com a candidatura à reeleição de Ricardo Nunes (MDB) à prefeitura de São Paulo. A informação foi obtida por O Antagonista junto a interlocutores diretos do ex-chefe de Poder Executivo.

Esse posicionamento do ex-presidente, no entanto, ainda depende de maiores acenos por parte de Ricardo Nunes. Como mostramos ontem, existe uma ala do PL que ainda torce por uma eventual reviravolta e que Bolsonaro volte a apoiar uma candidatura própria de seu partido.

Nas últimas semanas, conforme apurou O Antagonista, pesquisas internas do PL têm apontado que dificilmente uma chapa “direita pura” venceria as eleições para a maior cidade do país. A visão dentro do próprio PL é que São Paulo tem um caráter mais progressista e que existe uma real chance de vitória de Boulos, caso não ocorra um recuo por parte da ala mais ideológica do partido.

O deputado federal Ricardo Salles (PL), no entanto, ainda não se deu por vencido. Ele tem reafirmado a sua candidatura a aliados e conta com o apoio de deputados como Carla Zambelli.

Também munido de pesquisas internas, ele vem afirmando que nas sondagens aparece melhor posicionado que o prefeito de São Paulo e que ele poderia incorporar essa polarização com Boulos. A ala pragmática do PL busca convencer Salles a desistir da candidatura.

Em uma linha auxiliar, o astronauta e senador Marcos Pontes também tenta se capitanear como uma alternativa do grupo, mas em uma força menor.

Além de Boulos e Nunes, são pré-candidatos à prefeitura de São Paulo os deputados federais Kim Kataguiri (União), Tabata Amaral (PSB) e a economista Marina Helena Santos, esta pelo partido Novo. O apresentador José Luiz Datena (PSB) também estava no páreo, mas ele deve ser o vice em uma chapa pura com a colega deputada federal.

Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo