Política

Polícia já prendeu 8 por fugas em Mossoró (e nada dos fugitivos)

A Polícia Federal prendeu nesta segunda-feira, 1°, mais um indivíduo suspeito de participar da rede de apoio ao Comando Vermelho na fuga de Deibson Nascimento e Rogério Mendonça da penitenciária federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

A prisão marca uma nova fase na operação para tentar recapturar os fugitivos, com foco em ações de inteligência e rastreamento.

Preso em pousada na Praia do Futuro

De acordo com O Globo, o suspeito, o oitavo a ser detido desde o início das buscas, foi encontrado em uma pousada na Praia do Futuro, em Fortaleza, a 250 quilômetros de Mossoró. Acredita-se que a dupla já tenha conseguido deixar a região da penitenciária.

Eles escaparam da unidade de segurança máxima no dia 14 de fevereiro, durante o feriado de Carnaval, e desde então têm sido alvo de intensa busca.

O que concluiu investigação sobre os fugitivos de Mossoró

Além disso, o Ministério da Justiça divulgou os resultados preliminares de uma investigação realizada pela corregedoria-Geral da Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen) sobre a fuga inédita ocorrida no sistema penitenciário federal.

Segundo o relatório elaborado pela corregedora-geral Marlene Rosa, foram identificadas falhas nos procedimentos de segurança, mas não foram encontrados indícios de corrupção por parte dos funcionários.

Como resultado das falhas no cumprimento dos protocolos, a corregedoria abriu procedimentos administrativos disciplinares (PADs) contra dez servidores, enquanto outros 17 assinarão um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), comprometendo-se a não cometer as mesmas infrações e passar por um curso de reciclagem.

Força Nacional fora das buscas

Na semana passada, as atividades da Força Nacional, que estava empenhada na busca pelos fugitivos, foram encerradas. Cerca de 500 agentes que estavam trabalhando no campo deixaram de ser mobilizados.

Paralelamente, as polícias do Rio Grande do Norte, a Polícia Rodoviária Federal e a Força Nacional Penal intensificaram os esforços para capturar os fugitivos.

As penitenciárias federais abrigam líderes de facções criminosas como o Comando Vermelho (CV) e o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Além de Mossoró, existem outras quatro unidades desse tipo no país, localizadas em Catanduvas (PR), Campo Grande, Porto Velho e Brasília.



Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo