Economia

por que investidores procuram cada vez mais os fundos de infraestrutura?

“Além disso, a crescente necessidade de investimento no setor de infraestrutura tem levado várias empresas a buscar opções de dívida no mercado, impulsionando o crescimento desses fundos, que contam com portfólios robustos para alocar esses recursos”, afirma ela.

Outro ponto são as últimas mudanças regulatórias. Para Michaluá, a mudança micro-regulatória fiscal e a inclusão de novos setores são fundamentais para aumentar a atratividade dos investimentos. “O cenário macroeconômico contribui para potencializar essa demanda, já que estamos observando uma inflação controlada e uma queda estrutural da taxa de juros. Isso leva os investidores a buscar alternativas de alocação de seus portfólios de renda fixa, migrando de instrumentos bancários, títulos do governo e CDI de curto prazo para alocações de longo prazo”, afirma o especialista.

Essa mudança se beneficia da isenção fiscal e do fato de muitos desses papéis serem ajustados pela inflação, além de oferecerem uma taxa de juros atraente. Portanto, isso proporciona uma proteção natural contra a deterioração do poder de compra devido à inflação, já que as receitas dos projetos de infraestrutura são ajustadas por inflação.

SNDI11: novas debêntures foram positivas para o fundo

A nova Lei nº 14.801, que criou as debêntures de infraestrutura, vem beneficiando o SNID11, conforme diz Comine. A introdução das debêntures de infraestrutura pode reduzir a oferta das incentivadas no futuro, aumentando sua demanda e valorização.

Como explica Comine, as novas debêntures de infraestrutura, recém-criadas pela lei 14.801, vêm para dividir espaço de mercado com as debêntures incentivadas (lei 12.431). Diferente das debêntures incentivadas, que oferecem isenção de imposto de renda para pessoa física, tanto no rendimento quanto no ganho de capital, as debêntures de infraestrutura são tributadas.

Matéria: UOL Economia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo