Política

Por que não temos uma oposição democrática no Brasil


Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

Governo existe em qualquer regime, mas não há democracia sem oposição democrática. Um dos indicadores para medir a qualidade da democracia é avaliar o quanto o governo reconhece e valoriza o papel de uma oposição democrática.

No entanto, não temos hoje no Brasil uma oposição democrática, nem um governo que reconheça a sua necessidade e a valorize como parte fundamental da governabilidade democrática. As razões não são difíceis de detectar.

Os bolsonaristas não podem fazer uma oposição democrática ao governo Lula. Em primeiro lugar, porque… não são democratas! Basta ver como admiram Trump, Orbán e, se cavar mais dois dedinhos, até o Putin. São todos populistas-autoritários, iliberais. Em segundo lugar, porque não fazem propriamente política, mas antipolítica: acham que estão numa guerra religiosa (defendendo Deus, pátria, família patriarcal e hierarquia social contra a dissolução dos costumes tradicionais, a qual estaria sendo promovida pelos comunistas por meio da defesa do aborto, da ideologia de gênero, da doutrinação das crianças nas escolas, do desarmamento da população etc.).

Os pouquíssimos democratas liberais (quer dizer, não populistas) que se abstiveram, anularam o voto ou votaram em Lula nas eleições de 2022 (unicamente para impedir a reeleição de Bolsonaro) ou foram cooptados pelo governo (como a inconsistente Tebet) ou não conseguiram articular uma força política expressiva para se opor ao neopopulismo de esquerda que está avançando no controle das instituições (nas empresas estatais, nos órgãos de controle, nas Cortes superiores de Justiça e, inclusive, em grande parte imprensa profissional — pela primeira vez incorporada como peça orgânica do sistema de governança oficial). Além disso, os democratas da situação e da oposição não estão conseguindo denunciar o alinhamento do país ao eixo autocrático que ora ataca as democracias liberais (sim, contra o espírito e a letra da nossa Constituição, que toma partido da democracia, o governo está escolhendo o lado antidemocrático da segunda grande guerra fria que já começou). Neste momento…

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.

Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo