Política

Prefeito de cidade mais indígena do Brasil reclama de dificuldade de diálogo com governo Lula

O prefeito de São Gabriel da Cachoeira (AM), Clóvis Curubão (PT), se queixou no último sábado (9) da falta de diálogo com o governo Lula, em especial com o Ministério dos Povos Indígenas.

São Gabriel da Cachoeira tem mais de 90% de sua população indígena, maior percentual do país. O gestor participou de uma reunião improvisada do diretório estadual do Amazonas na conferência eleitoral do PT, realizada em Brasília nos dias 8 e 9.

O prefeito foi um dos que levou demandas ao secretário especial de assuntos federativos da SRI (Secretaria de Relações Institucionais), André Ceciliano (PT).

Clóvis Curubão citou cobranças que recebe da população indígena no município. “São Gabriel da Cachoeira é diferente porque tem um prefeito que tem o voto direto dos povos indígenas das bases para representar eles”, disse.

“O Ministério dos Povos Indígenas parece que não existe para o nosso povo lá, tudo sempre cai sobre mim”, complementou. “Desde enxada, eles me cobram piscicultura, mas nunca cobram eles [o ministério].”

“Eu não sou do movimento indígena, eu não sou da organização indígena, eu sou da política indígena. Eu sou índio da floresta”, acrescentou. “Eu não estou sendo ouvido. Eu não tenho uma creche, eu tenho várias pendências, eu quero que vocês me ajudem a resolver. Tudo é alugado.”

Procurado pelo Painel, a pasta respondeu que o “prefeito foi recebido pelo Ministério dos Povos Indígenas que continua disponível para manter o diálogo.”

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo