Saúde

Prêmio de inovação médica de VEJA SAÚDE está no ar

Revelar e reconhecer pesquisas, tecnologias, campanhas e ações educativas capazes de aprimorar o ecossistema de saúde no país. Eis o objetivo do Prêmio VEJA SAÚDE & Oncoclínicas de Inovação Médica 2024. A iniciativa é aberta a universidades, centros de pesquisa, órgãos públicos, empresas, hospitais, startups e entidades médicas ou de suporte ao paciente, que podem participar com trabalhos em oito categorias. 

Os projetos indicados à premiação, organizada pela Editora Abril junto à Oncoclínicas, serão avaliados por um júri técnico com alguns dos maiores nomes da ciência e da medicina no Brasil.

“O prêmio reforça nossas iniciativas de incentivo à ciência, garantindo que os esforços de pesquisadores de todo o país sejam reconhecidos, beneficiando a sociedade como um todo”, diz o oncologista Bruno Ferrari, presidente da Oncoclínicas e jurado de uma das categorias.

“A iniciativa, já consolidada no setor, busca reverenciar e divulgar o trabalho de brasileiros que estão transformando os campos da ciência e da saúde, hoje ou amanhã”, afirma Diogo Sponchiato, redator-chefe de VEJA SAÚDE.

Para o oncologista Carlos Gil Ferreira, presidente no Instituto Oncoclínicas e diretor científico do grupo, a visibilidade gerada pelo prêmio pode fomentar parcerias entre diferentes organizações, promovendo um ambiente mais colaborativo e de estímulo à inovação para o progresso do setor de saúde. 

“Reflexo da crescente importância da tecnologia na saúde, incluímos nesta edição as categorias Telemedicina & Plataformas Digitais e IA na Transformação Digital em Saúde, soluções que têm cada vez mais potencial de ampliar o alcance dos serviços médicos e melhorar os resultados para os pacientes”, destaca o médico. 

+ LEIA TAMBÉM: Conheça os trabalhos vencedores da edição 2023 do prêmio

As categorias de 2024

Medicina de Precisão e Genômica

Pesquisas e demais iniciativas relacionadas à medicina de precisão e ferramentas genéticas para melhorar o entendimento da biologia humana e a eleição de terapias adequadas a cada indivíduo.

Tecnologias Diagnósticas

Estudos e demais projetos, de impacto clínico e/ou acadêmico, nos campos das análises clínicas, patologia, radiologia, diagnóstico por imagens e telediagnóstico.

Terapias e Tratamentos Inovadores

Táticas farmacológicas e não farmacológicas, novos medicamentos, terapias celulares, genéticas, adjuvantes ou outros métodos, em todas as especialidades da medicina e demais áreas da saúde.

Prevenção e Promoção à Saúde

Intervenções, pesquisas, projetos, campanhas e outras ações voltadas à prevenção de doenças, atenção primária e diminuição do risco de patologias, bem como de comportamentos ou circunstâncias que afetem a saúde e a qualidade de vida.

Medicina Social

Projetos assistenciais ou educativos concebidos e/ou realizados por médicos e demais profissionais de saúde com atuação sobre um grupo específico ou a população como um todo, tendo a meta de promover o acesso a recursos que beneficiem a saúde.

Engajamento e Empoderamento do Paciente 

Programas, práticas, ferramentas e plataformas que permitem aos pacientes ter um papel mais ativo em sua própria saúde e tratamento.

Telemedicina e Plataformas Digitais

Soluções que permitem a prática médica à distância ou melhoram a gestão e eficiência de clínicas e hospitais e/ou que promovam o acesso à saúde para mais pessoas em regiões carentes de serviços de saúde.

IA na Transformação Digital em Saúde

Projetos que utilizam a inteligência artificial para transformar digitalmente o setor da saúde, melhorando a acessibilidade, a qualidade do atendimento e a eficiência operacional.

+ ASSISTA: A cerimônia do Prêmio VEJA SAÚDE & Oncoclínicas 2023

Processo de seleção e votação

Os trabalhos submetidos à organização do prêmio que preencherem os critérios da premiação – como capacidade disruptiva, abrangência e aplicabilidade, impacto e relevância e uso de novas tecnologias – serão analisados por um júri técnico com alguns dos maiores nomes da ciência e da saúde do país. 

Entre os nomes já confirmados na comissão, estão o radiologista Giovanni Guido Cerri, presidente do Conselho do Instituto de Radiologia e do Centro de Inovação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; o infectologista Julio Croda, professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e assessor técnico do Ministério da Saúde; o pediatra e nutrólogo Mauro Fisberg, coordenador do Centro de Excelência em Nutrição e Dificuldades Alimentares do Instituto Pensi – Hospital Infantil Sabará; a oncologista Clarissa Mathias, médica no Núcleo de Oncologia da Bahia (NOB), integrante do Grupo Oncoclínicas; a médica intensivista Mariana Perroni, do time global do Google Health, no Vale do Silício (Califórnia), onde atua como Clinical Lead da vertical de Plataformas e Ecossistemas de Saúde; Bruno Ferrari, oncologista clínico e presidente do Grupo Oncoclínicas; e Dimas Covas, hematologista, coordenador do Centro de Terapia Celular (CTC/Fapesp) e do Instituto Nacional de Células-Tronco e Terapia Celular no Câncer (INCTC). 

Por meio de suas avaliações será definido um vencedor para cada categoria, que será anunciado em setembro de 2024 em cerimônia presencial e com transmissão online. Confira o regulamento completo, saiba como participar e conheça os vencedores de 2023 no site oficial da premiação.

Veja

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo