Política

Privatização da Sabesp vai incorporar investimentos que cidades apontaram como necessários

O governo Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP) decidiu incorporar ao projeto de privatização da Sabesp todos os investimentos apontados como necessários pelos municípios. Com isso, a empresa que assumir a estatal após a desestatização pretendida pela atual gestão estadual terá que realizar as obras previstas.

As 171 propostas de investimentos necessários foram apresentadas pelos municípios na consulta pública sobre a venda da Sabesp, realizada entre os dias 15 de fevereiro e 15 de março, e foram aceitas a partir do entendimento de que vão ajudar a atingir os objetivos de redução da tarifa e antecipação da universalização do saneamento básico.

Algumas das contribuições aceitas foram, por exemplo, a inclusão de estações de tratamento de esgoto em Ilhabela e a ampliação dos sistemas de abastecimento de água nos setores Santa Cruz e Tatetos (pós-balsa) em São Bernardo do Campo.

Do total de 975 sugestões apresentadas pelos municípios na consulta pública, ou seja, não somente investimentos necessários, 480 foram acolhidas pela gestão paulista.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo