Política

Promessômetro do Lula: veja situação de 103 compromissos assumidos na eleição

Depois de um ano de mandato, Lula (PT) conseguiu cumprir 20% das promessas feitas na campanha eleitoral de 2022, quando venceu Jair Bolsonaro (PL). Das 103 propostas catalogadas pela Folha, há ainda 22% delas paradas, 25% em ritmo lento e 32% em andamento (a soma dos percentuais é de 99% devido ao arredondamento dos índices).

Com este número, o presidente conseguiu cumprir 1 compromisso a cada 19 dias de mandato, mais lento do que uma hipotética média ideal, de 14 dias, para completar todos os itens em quatro anos de administração.

Algumas promessas também foram deixadas de lado, como a criação do Ministério da Igualdade Social, anunciada pelo então candidato em entrevista em 27 de julho do ano passado.

O petista assumiu os objetivos ao longo dos dois turnos da corrida eleitoral, com seu enxuto programa de governo, em entrevistas, propagandas de TV e rádio e em uma carta de propostas lançada pela campanha no dia 27 de outubro.

Os dados sobre as promessas de Lula fazem parte de um levantamento realizado pela Folha e foram obtidos do programa de governo do petista, das propagandas eleitorais, da carta de compromissos lançada em 27 de outubro e de entrevistas dadas à imprensa durante o pleito.

Lula lançou nessas plataformas e em declarações ao menos 103 propostas em áreas como economia, agricultura, educação, saúde e segurança pública, além de questões políticas, como a organização de ministérios. O status atual das promessas foi obtido através de informações dos órgãos do próprio governo.

Veja andamento de todas as propostas de Lula:

Agricultura

Ciência e tecnologia

Cultura

Defesa

Economia

Educação

Esporte

Indígenas

Infraestrutura

Meio ambiente

Moradia

Mulher

Política

Relações exteriores

Saúde

Segurança

Social

Transparência

Turismo

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo