Política

Prova para fiscalização agropecuária acontece domingo

Aproximadamente 1,6 mil candidatos matriculados no concurso público para a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) farão a prova objetiva no próximo domingo, dia 17. Este é um passo crucial no processo seletivo que visa preencher sete vagas para o cargo de Assistente de Fiscalização da Defesa Agropecuária.

Os exames serão realizados em Cascavel, Curitiba, Londrina, Guarapuava, Pato Branco e Paranavaí, todas no período da tarde. Os portões dos locais de prova abrirão às 13h e fecharão pontualmente às 14h. A organização do concurso orienta que os candidatos cheguem com antecedência aos seus locais de prova, para evitar qualquer transtorno.

O que precisarão para a prova?

Para a realização da prova, é indispensável que os candidatos levem uma caneta esferográfica transparente, com tinta azul ou preta, um documento oficial de identidade com foto (original e físico) e o Cartão de Informação do Candidato devidamente impresso. Este último pode ser impresso a partir do site oficial do concurso, onde também estão disponíveis detalhes sobre o certame.

O teste objetivo incluirá 50 questões, dividido entre Conhecimentos Gerais (20 questões) e Conhecimentos Específicos (30). O concurso terá uma validade de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois, o que indica que mais candidatos poderão ser chamados durante este período.

Função do cargo

O cargo de Assistente de Fiscalização da Defesa Agropecuária exige a execução de diversas responsabilidades essenciais para manter a sanidade agropecuária. Estas incluem atividades em estabelecimentos industriais, comerciais, de serviços e agropecuários para suporte na execução dos programas, cadastros, contenção e vacinação de animais, captura de morcegos, inspeção de documentos e veículos que transportam animais, vegetais e produtos de importância para fiscalização do trânsito agropecuário em rodovias, entre outras.

Importância da ADAPAR

Nos últimos anos, a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná tem desempenhado um papel importante para a crescimento e defesa da produção agroindustrial no Paraná. Entre suas conquistas estão o trabalho pela erradicação da vacinação contra a febre aftosa, a obtenção de certificados internacionais para a expansão da venda dos frigoríficos e a implementação do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf).



Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo